Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

06
Fev15

It's a choice


alex

"They found this guy in Maine who had been living completely alone in the woods for thirty years. They called him "The Last True Hermit".

Thirty years without the warmth of human touch, without conversation. The Hermit felt more lonely when he was out in the world then he ever felt in the woods by himself.

Surrounded by people but drowning in solitude. That kind of loneliness can swallow you hole.

That last true Hermit was found and dragged out of hiding and into the world. Most might find his existence sad but the Hermit knew something we didn't. He knew when it come down to it, even when you're with someone, or in a noisy rush of people, it's just you.

The one you can count on and lean on and depend on. It has to be you.

And once you figure that out, that's when being alone becomes a choice." - Grey's Anatomy, season 11, episode 10

 

Hoje faço das palavras de outrém, as minhas - porque estou com uma dor de cabeça que parece que a mesma vai explodir e espalhar os bocados do meu cérebro pelas paredes do meu quarto; porque estou cansada e amanhã tenho dez horas de trabalho pela frente; porque este último episódio da Anatomia de Grey tocou exactamente no ponto.

(P.S: peço desculpa aos que não são capazes de ler e compreender inglês na sua perfeição)

18
Jul14

Doutora, eu?


alex

Eu tenho uma panca muito grande pelo programa do Dr. Phill (ou melhor, eu tenho uma panca muito grande, ponto, mas isso é tópico para outro post, noutro dia.)

Houve uma altura, ali quando andava eu no oitavo, nono ano, em que jurava a pés juntos querer ser psicóloga. Gozavam comigo e diziam que eu gostava era de ajudar os maluquinhos como eu e eu respondia que assim, ao menos, só se estragava uma casa.

Não sei de onde veio este interesse; se é que é um interesse, mas sempre fui boa a ouvir os problemas dos outros, a aconselhar e a arranjar formas de dar volta a qualquer que fosse a situação. Por outro lado, sou péssima a falar com os outros, sobre os meus próprios problemas, por isso, juntava-se o útil ao agradável e teríamos então uma óptima psicóloga (a meu ver).

Mas como eu mudo de ideias, gostos e interesses como quem muda de cuecas, no final do nono ano já eu tinha eliminado essa ideia da minha cabeça. Mas até hoje gosto de ver o meu amigo Dr. Phill na sic mulher. Há quem não goste nada do senhor (não sei como, com o seu bigode engraçado e o seu sotaque adorável e o seu casamento perfeito de 40 anos com uma mulher que me parece igualmente fantástica), mas eu cá admiro-o muito. É incrível como aquele homem consegue decifrar uma pessoa assim: com um estalar de dedos.

E é isso que eu, hoje como pessoa e não como profissional, gostava de saber fazer. Decifrar uma pessoa com um estalar de dedos. Saber se ela me está a mentir ou a dizer a verdade. Saber se ela, quando está a olhar-me no olhos e a dizer-me tudo aquilo que eu quero ouvir, se o está a fazer só por isso - porque sabe que é exactamente aquilo que eu quero ouvir - ou se o faz porque é o que sente verdadeiramente.

Talvez como um polígrafo humano, estão a ver?

Pois é. Passei de querer ser psicóloga para querer ser um polígrafo humano.

A culpa é do Dr. Phill.

14
Mai14

Já não posso com isto


alex

O porquê de, em véspera de teste, o meu pai convidar pessoas para virem cá a casa ver o Benfica e gritarem com ele, é-me completamente desconhecido.

Normalmente, não tenho nada contra o futebol, até sou capaz de ver um ou outro jogo se o mesmo estiver a ser jogado pelo Benfica ou pela Selecção e eu não tiver mais nada de jeito para fazer. Agora, ter cá em casa três malucos a baterem na mesa, a saltarem, a gritarem todas as asneiras que possam existir no nosso vocabulário... ISTO É CASTIGO!

E logo hoje que é véspera de teste para a minha pessoa... EU DEVO TER SIDO MUITO MÁ PESSOA NUMA OUTRA VIDA, DE CERTEZA!

Acabem com o meu sofrimento, por favor. Isto é demais para mim.

03
Mar14

Uma nota pequena sobre os Óscares


alex

Quando vi o filme "12 Years a Slave" fiquei imediatamente apaixonada pela actriz Lupita Nyong'o. Mas que papel que esta mulher fez. Eu adorei o filme. É um filme com uma história muito forte e poderosa e o elenco fez juz à mesma. Por isso não foi de admirar que ontem tenha ganho o melhor filme e que a Lupita Nyong'o tenha ganho o Óscar de melhor actriz secundária.

E para mim era a mais bonita da cerimónia. Só lhe falta um bocadinho de peito, mas tirando isso, adorei todo o conjunto, desde o vestido à bandelete. Fez-me lembrar a Cinderela.

Adoro os Óscars. Fico tão feliz por todos os que sobem aquele palco naquela noite e que são galardoados e recompensados pelo seu trabalho.

Ao contrário de muita gente, não fiquei desiludida com o facto de o Leonardo DiCaprio não ter ganho. Eu sempre gostei dele, mas temos de admitir que por muito bom actor que ele seja e por muito bem que tenha estado no Wolf of Wall Street, o Matthew Mcconaughey levou o Óscar de melhor actor e merecia-o. Para quem ainda não viu o Dallas Buyers Club, veja porque é um filme com performances espectaculares... e o homem está irreconhecível! Aquilo é que é ser um actor, de corpo e alma (tanto ele como o Jared Leto estiveram fantásticos e mereceram as estatuetas).

A minha irmã viu a cerimónia comigo e a certa altura disse: "Também quero uma estátua daquelas!"
Não és a única querida irmã! 

 

❤️💜❤️💜

É de destacar esta parte do discurso da Lupita... Adorei!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D