Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

28
Abr13

Nothing

alex

A escassez de posts esta semana deveu-se, basicamente à escola. Mas não só.

Se comecei a semana motivada e pronta para enfrentar a vida com um sorriso, ao longo da semana essa motivação foi desvanecendo. Tal e qual como o tempo quente e solarengo.

Já não vou nadar à duas semanas, devido a trabalhos, testes e à falta de poses monetárias. Desleixei-me um bocadinho no meu estilo de vida saudável e também na escola. E como tal, não me sinto bem comigo mesma; com o meu corpo e com a minha mente.

Sinto que as coisas não me correram nada bem este ano letivo e agora, já não há muito a fazer porque...falta cerca de um mês para as aulas acabarem. Num mês muita coisa pode acontecer, é verdade. Mas ninguém me garante que no mês que se avizinha, vou conseguir subir as minhas notas, para poder acabar pelo menos, com média de 14, que sinceramente, não me serve de nada.

Neste momento, o futuro não me parece muito brilhante.

Tenho medo.

E quando tenho medo, a vontade de fazer seja o que for, é mínima. Retraio-me, deixo de ser eu. Passo a ser dominada por este sentimento que me sufoca e que ameaça consumir-me de dentro para fora.

No entanto, e apesar de tudo o que mencionei aqui neste post, ainda não posso baixar os braços. Não completamente. Ainda tenho uma réstia de esperança que as coisas mudem. Neste momento é tudo o que tenho. Esse bocadinho de esperança, que ameaça fugir-me por entre os dedos como minúsculos grãos de areia...por isso, preciso de fazer para que ela não me escape. 

Porque se assim for, não terei nada.

E o que somos nós se formos deixados com Nada?

Não somos nada.


Large

22
Mar13

Ultimamente...

alex

Tenho-me sentido bem. Tenho ido à piscina e sinto a diferença, não fisicamente, mas psicologicamente. Faz-me bem à alma, acima de tudo.

Tenho estado com os amigos, os verdadeiros, e tenho rido com vontade. Acordo de manhã com vontade de acordar. Deito-me à noite cansada, mas com um sorriso na cara. 

Tenho visto séries, filmes...tenho lido e tenho escrito. 

Ultimamente, tenho-me visto. A mim. Eu. Aquela jovem rapariga que eu sabia que ainda estava dentro de mim, apenas à espera de ser resgatada.

Tenho-me visto e aos poucos e poucos, vou recuperar-me por completo. Devagar se vai ao longe...

 

 

29026_605001202861974_66641588_n_large

Só falta o sol e o calor...

18
Mar13

I feel good

alex

Sinto-me revigorada. Foi tão bom! Era algo que já devia ter feito à mais tempo!

Admito que estava nervosa. Não me queria cruzar com ninguém do meu passado, não queria ver antigos colegas ou a minha antiga treinadora...mas quando lá cheguei, só lá estavam um bando de velhotas e velhotes a fazerem hidroginástica e um grupo de crianças a terminarem uma aula no tanque.

Aqueci antes de entrar e depois, durante uma hora, fui só eu e a água. Ao fim de 30 minutos já estava a morrer, mas não parei. Continuei porque estava com o maior sorriso na cara e sentia-me bem, apesar das dores nos braços e nas pernas e da respiração acelerada.

No fim, saí da piscina e fui direta ao banho. Vim o caminho todo para casa a sorrir que nem uma tonta, para o ar.

Doí-me um pouco os músculos das pernas, os gluteos e os braços, mas a minha alma já não doí.

É incrivel o que uma coisa tão simples, como fazer desporto, nos pode encher a alma e curar, aos poucos e poucos, o coração. Pode parecer estúpido para muitos, mas para mim, é esta a verdade.

E agora é manter o ritmo e continuar. Três vezes por semana, 1 hora. Eu e a água. Não pode haver melhor.

 

Tumblr_lxnzll6d5e1qcr4wxo1_500_large

 

17
Mar13

Já estava mais do que na altura

alex

Amanhã, se tudo correr como esperado, vou voltar a um sítio que durante sete anos foi como uma segunda casa para mim. Que me ajudou a crescer, a aprender e que me ensinou, acima de tudo, que não sou uma pessoa competitiva, mas sim uma pessoa que ama a àgua e tudo o que esta envolve (excepto as competições). Estou nervosa, ansiosa. Passo todos os dias por lá, mas há cerca de três anos e meio que não entro dentro das instalações. Não me quero cruzar com ninguém ( a minha antiga treinadora, por exemplo). Mas quero tanto voltar a nadar. E estas são as únicas piscinas ao pé de mim. E eu quero muito. E como quero muito, amanhã lá vou eu, de mochila ao ombro, com um coração palpitante e apenas com um objetivo em mente: tentar recuperar mais um bocadinho de mim.

 

Tumblr_mil72nzvqx1r0gtspo1_500_large

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D