Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

21
Dez13

Dias solarengos

alex

Ela abre os olhos e a custo levanta-se. Toma o pequeno-almoço, faz a sua higiene diária e de repente é assomada por uma vontade enorme de não fazer nada. Então é isso que ela faz. Nada. Retoma à sua cama, tapa-se com os seus lençóis roxos que a mantêm quente nas mais frias noites de Inverno e fecha os olhos. Assim fica durante todo o dia, na vã esperança de que o dia que se sucede seja melhor do que este. Ela fecha os olhos mas vê tudo com muito mais clareza, talvez ainda melhor do que quando anda de olhos abertos. Vê tudo aquilo que desejava não ver porque o que vê dói-lhe. Uma dor ardente que se aloja no peito e que se entranha no seu coração. Uma dor que traz lágrimas, raiva, frustração e saudade. Uma dor que está sempre presente, mas matreira como é, só se manifesta em dias como o de hoje. Então ela permanece deitada, sem um único membro seu à vista. Pousa a cabeça numa almofada encharcada e durante todo o dia vai e vem, mantendo-se no estado a que chamamos "limbo". Nem a dormir, nem acordada. Imersa em pensamentos, em memórias, umas verdadeiras outras fictícias e criadas por si, assim fica, deitada, de olhos fechados o dia todo.

No dia seguinte, o sol entra-lhe pela janela do quarto adentro e ela sai do seu casulo pela primeira vez em 24 horas. Nasce um novo dia e com ele novos sentimentos. Sentimentos de esperança, de renovação, de alegria. Porque se há dias em que o sol brilha mas nós o recusamos a ver, há outros em que ele brilha tão intensamente que é humanamente impossível virar a cara e permanecer deitados. 

No dia seguinte deixou o sol brilhar um pouco para si e ergueu-se. 

Só se voltou a deitar quando a lua já ia alta no céu. Fê-lo com um leve sorriso na cara que pousou numa almofada completamente seca, lavada, cheirosa. Dormiu descansada e no dia seguinte permitiu que o sol brilhasse outra vez para si.

E assim foi até ao dia em que o sol voltou a não brilhar para ela. Assim viveu, toda a sua vida, com dias solarengos e outros não tão luminosos.

Mas isso é a Vida. E ela viveu-a, a bem ou a mal, mas fê-lo. A mais ninguém é obrigado.

 

the sky

26
Jul13

Vou ali para o sol da Caparica e já venho...

alex

Este ano ainda não pus os pezinhos na praia.

É verdade.

Eu que sou conhecida por passar o meu verão nas praias da Ericeira, só saindo de lá no final de Agosto, ainda não fui à praia este ano.

Não calhou. Os exames, as matrículas, a semana e meia que passei no norte com os meus avós, a falta de companhia, a escassez de transporte (os meus pais não têm carro) e claro, a falta de dinheiro.

Mas principalmente a falta de carro e de companhia para ir.

Mas amanhã é o dia.

O dia em que eu e o meu melhor amigo nos encontramos novamente, passado um ano.

Mal posso esperar para pousar os pés na areia quente e minha amiga.

Para molhar os pés na água fria (e pelos vistos contaminada, mas eu quero lá saber) da Caparica, para passar horas dentro de água como se fosse um peixe acabado de vir ao mundo; ao seu mundo.

Vou lá ficar até segunda e depois vou ficar em casa dos meus padrinhos de segunda para terça, por isso, terça à noite já devo estar de volta.

Mal posso esperar.

Apesar de ter de levar a minha pequena atrelada (isto de ser irmã mais velha nem sempre resulta bem para os meus lados...), sorrio de orelha a orelha cada vez que penso no mar, no sol, na praia.

Rezemos em conjunto para que o S. Pedro seja benevolente ao ponto de enviar, pelo menos, um bocadinho de sol, para ver se eu ganho uma corzinha saudável.

Não devo deixar nada escrito, mas são só três dias.

Esperem! Ouvi algo...

Ah, sim...é o som das minhas amigas ondas a baterem nas rochas, indo e vindo, por vezes devagar, outras vezes mais depressa.

Mas eu oiço-as, como uma suave canção de embalar. Elas cantam e dizem:

"Vem amiga. Estamos à tua espera..."


(Só uma curiosidade...
Esta não é a música original,
é um remake/cover da música dos Ramones
"California Sun")
29
Jun13

I'm gonna enjoy life...for now.

alex

Fazer as malas é a parte menos divertida de se ir de férias.

Contudo, mal posso esperar para respirar o ar puro daquela terra, aproveitar o sol e ver se ganho alguma cor, dar uns mergulhos na piscina, porque na terrinha não há praia, ajudar a colher as cerejas que por agora já devem estar vermelhinhas e suculentas, caminhar e explorar aqueles terrenos que, na prática, são meus, mas que me são meus desconhecidos (na sua maioria). 

Aproveitar o tempo que tenho com a família, com os meus avós que já não caminham para novos, com os imensos primos e primas que tenho lá para cima, e dos quais metade não tenho conhecimento...no fundo, aproveitar estes dias de verão até ao dia 10. Devo regressar um dia antes ou no proprio dia, mas agora não quero pensar nisso. Não quero pensar nos "ses", não quero pensar de forma negativa.

Quero apenas aproveitar o que de melhor a vida tem para me dar.

"Sometimes, the small things are the best things in life. When you look back in your life you will see that the small things were in fact the big, awesome things.

Enjoy life."


P.S: Vou tentar aceder à internet, mas duvido que consiga. Contudo, pretendo deixar alguns post's escritos para ir postando enquanto estou fora.

São só 10 dias, por isso não devem haver post's todos os dias, mas isto não vai ficar às moscas! Quando regressar respondo a comentários!

Boas férias!

04
Mai13

Aproveitar enquanto se pode

alex

Os dias passados fora de casa, em família, com o sol a acompanhar-nos, são sem dúvida os melhores. 

E não é por não termos meio de transporte próprio que devemos deixar de passear pela cidade e apreciar dias bonitos como o de hoje.

Há que aproveitar para relaxar este fim-de-semana que ainda não há estudo para fazer...apesar de ter de fazer um monte de outras coisas relacionadas com a escola, este fim-de-semana é única e exclusivamente para mim e para os que eu mais amo. 

Porque de vez em quando é bom pararmos, pormos de lado o trabalho stressante e dedicarmos algum tempo a nós próprios e aos que nos rodeiam e que, nos momentos mais críticos, nos impedem de cair ou de perder por completo, a nossa sanidade mental.

 

Tumblr_mku5kltu2z1r86we0o1_500_large

 

Large

 

Large

01
Mai13

Sê muito bem-vindo!

alex

E porque o mês de Maio é o meu preferido, decidi dedicar-lhe um post aqui no blog. 

O mês de Maio é o mês da Primavera. Do sol, dos passarinhos, das àrvores, da leve e suave brisa da Primavera que enche o ar, os nossos corações e que, nos limpa a alma.

É o mês dos meus anos.

É o mês em que vou (espero eu!) reaver o meu Presley (o meu novo telemóvel que ao fim de um mês e meio teve de ir para arranjar).

É o mês em que a feira do livro retorna a Lisboa para me ficar com o dinheiro recebido nos anos...

É o mês em que me sinto mais feliz, mais preenchida, mais inspirada e mais confiante.

É todo um novo começo. 

É uma página em branco.

E bem que eu preciso de uma, pois o mês de Abril, teve tanto de bom como de mau.

Que o mês de Maio seja tudo aquilo que desejamos e mais.

Que seja a página em branco que eu tanto preciso e que nela se escrevam coisas boas, coisas não tão boas pois essas também fazem parte da vida e coisas ótimas, que ao serem recordadas, trarão um enorme sorriso à minha cara.

Welcome May!

 

Large

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D