Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

28
Nov16

Só faltam os progenitores!

alex

A menos de um mês do Natal, as prendas já estão pensadas e no carrinho de compras prontas a serem compradas assim que o dinheiro cair na conta esta sexta-feira (acho que o dia mais feliz e infeliz da minha vida é sempre o pay day, pois sinto-me rica e pobre tudo num só dia, mas enfim.)

Contudo, falta-me sempre prendas para duas pessoas - a mãe e o pai. Sou só eu que me encontro perante esta dificuldade todos os santos anos? Não que eu não saiba o que os meus pais gostam, o problema é que já lhes dei prendas durante tantos anos, que quantos mais anos passam, menos opções vou tendo.

Claro que depois também não ajuda o facto de eles já estarem a ficar com aquela conversa de velhotes (como eu lhe chamo) em que me dizem: "Oh filha não precisamos de nada, não te preocupes!" Ora bolas, agora que tenho um trabalho semi-estável e sou capaz de oferecer presentes aos meus com o dinheiro resultado do meu suor, sangue e lágrimas, é que eles começam com esta cantiga?

Eu sei que só o facto de ir a casa este ano é mais do que um enorme presente para eles. Mas eu gosto de lhes dar um mimo, mesmo que seja pequeno ou insignificante, adoro embrulhar os presentes para eles e pensar que estou a oferecer algo que eu comprei com o meu dinheiro às duas pessoas que sempre fizeram de tudo para me poderem dar o que eu precisei para crescer bem ao longo da minha vida.

Já procurei no Youtube, no Google, em sites, no Instagram e no Pinterest. Nada. Nenhuma ideia que me encha as medidas e que esteja dentro de um preço razoável para a minha pessoa.

Já tenho prendas para todas as outras pessoas. Para a família do Flat 1, para as amigas da Uni, para a minha pequena e até para mim mesma!

São sempre o desafio, os dois progenitores...

13
Dez14

Encontrem as diferenças

alex

O Natal aproxima-se e como pessoa fútil que sou, quero prendas.

Fogo, até eu torci o nariz ao voltar atrás e ler aquela frase. Estou a brincar malta, eu não me considero uma pessoa fútil!

No entanto considero-me humana com desejos e necessidades - e neste momento existem duas coisas que desejo e necessito. O Natal seria só uma desculpa para conseguir obter ditas coisas (embora uma delas não seja propriamente uma coisa...) MAS não sou burra ao ponto de achar que vou ter alguma delas.

Existe sempre dois tipos de lista de Natal, sejamos honestos: aquela que incluem os itens que nós realmente queremos mas que são caros ou ridículos (ou ridiculamente caros) e depois existe a lista que incluem os itens que vamos, na realidade, receber ou comprar nós próprios.

Bom, porque acho que já é tradição aqui do blog, deixo-vos com não uma mas DUAS listas com os meus desejos de prendas para este Natal.

Agora, este ano para animar aqui a coisa, deixo-vos o desafio:

Encontrem as diferenças (é tão difícil, meu deus....).

 

Lista 1

 

1. Um gato (verdadeiro han!) para me aquecer nas noites de Inverno e me alegrar nos dias de Primavera (não tem de ser obrigatoriamente esta bolinha de pêlo mas confesso que tenho uma paixão por Persas...e gatos pretos)

 

 

2. Porque como já toda a gente sabe o meu computador (fixo) já está mais para lá do que para cá e mais dia menos dia isto pifa por completo.

 

I am hidden

 

 

Lista 2

 

1. Nunca falha. Todos os anos chovem livros no colo da Alexandra pelo Natal e ela grita de alegria (a mãe é que não porque o espaço para arrumar ditos livros já está escasso)
Tenho andado inclinada para este género de livros.

 

 

 

 

2. Porque pijamas nunca são demais

 

(Da Primark)

 

3. Cuecas, soutiens, meias,cachecóis também nunca são demais e todos os Natais é certinho direitinho.

 

 

4. AH! Já me esquecia...

 

 

 

A lista 2 é maior que a lista 1 em quantidade mas só o computador é mais caro que os itens todos da lista 2 (digo eu, não fiz as contas, mas deve ser).

Só para vos mostrar que a realidade é esta: existem as coisas que nós queremos e depois as coisas que nós até nem nos importamos de receber e que são as que obtemos.

Metáfora da Vida e do seu funcionamento? Sim, sem dúvida!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D