Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

05
Jun15

Resumidamente...

alex

-O Jesus virou Judas e foi para o Sporting;

-O Bruce Jenner virou Catelyn e ao que parece dá uma mulher mais bonita que a ex-mulher;

-A Cristina aprendeu o segredo para vender revistas: homens nus a posar estrategicamente de forma a não revelar aquilo que faz deles homens;

Esqueci-me de alguma coisa? Eu normalmente não sou de comentar as notícias do dia-a-dia - vejo, oiço, comento com a minha mãe ou com um amigo e volto à minha vida. Mas isto ultimamente é só batatas quentes!!

O que virá a seguir?

24
Abr15

Falando de coisas sérias

alex

Tenho este texto a marinar na minha mente já há algum tempo. Não vou pedir desculpa se com as minhas palavras ofender algum membro do sexo masculino mais susceptível a encarar uma crítica feita ao seu sexo, no geral, de forma pessoal.

Com isto, aqui vai: Como mulher que sou, odeio quando os homens assediam uma mulher na rua.

Há, infelizmente, bastantes exemplos que posso usar para desenvolver a frase acima. Mas basta usar o mais comum que eu aposto que acontece a muitas mulheres - vamos simplesmente a andar na rua e há homens que nos devoram com os olhos, que nos mandam aqueles piropos foleiros e que tentam manter conversa connosco. Depois há aqueles que ultrapassam os limites - seguem-nos sem se calarem e sempre a tentarem com que nós lhes digamos o nosso nome e número de telefone.

Não se admirem, e não pensem que isto é inventado, porque já me aconteceu. E não me venham dizer que muitas vezes é mania da perseguição por parte das mulheres ou que somos convencidas ao ponto de achar que aquele homem está a olhar para nós de forma imprópria, porque a verdade é que eu cá não preciso de um homem com idade para ser meu pai a comer-me com os olhos para me sentir bem comigo própria, nem tal é motivo de gabarito junto de seja quem for.

Isto acontece! Há muitos homens que assediam mulheres, jovens raparigas no meio das ruas e não é preciso elas estarem de top acima do umbigo e cachecóis-saias para isso acontecer! Um simples vestido pelos joelhos com collants e umas botas são motivo para alguns acharem que podem simplesmente abordar uma mulher no meio da rua ou mandar uma boca nojenta para o ar.

Acho que como sociedade desvalorizamos bastante este fenómeno, mas isto deixa-nos bastante desconfortáveis na nossa própria pele! Sentimos que não podemos sair à rua de calções quando está sol ou de vestido de alças quando está calor e como tal, sei de pessoas que nem se atrevem a vestir as roupas que por vezes gostam com receio de serem olhadas e abordadas. É uma falta de educação enorme e é, na minha opinião, algo completamente desnecessário! Se uma pessoa quer abordar outra no meio da rua, não o faça com frases do género: Gaja boa, anda cá! Elaaaah!

Mas nós somos o quê, um pedaço de carne pronto a ser trincado por um bando de cães rafeiros?

É daquelas coisas que me dá imensa comichão, esta falta de bom senso e de boa educação por parte de certos indivíduos do sexo masculino. Normalmente, os tais são sempre homens com idade já para terem juízo e saberem manter o amiguinho dentro das calças, mas no entanto são sempre esses que abusam.

Eu não vou deixar de usar vestidos ou calções ou seja o que for, porque eu não ando aí a mostrar as nádegas no meio da rua ou a mostrar o meu decote a quem quer e a quem não quer ver. Mas também não sou obrigada a ser um burrito humano quando estão 30º,35º! 

Nós não temos de nos sujeitar a este tipo de situações, muito menos evitar vestir isto ou aquilo com receio de tal nos acontecer quando vamos a caminho do trabalho ou da escola.

Olha para uma pessoa não é crime nem incomoda ninguém - mas há que entender que olhar um bocado e depois desviar o olhar é uma coisa, outra é olhar fixamente, sorrir de forma sugestiva e ainda fazer comentários - porcos, que não tenho outro adjectivo para lhes atribuir - e não é correcto!

Não sei se sou a única que pensa assim ou se estou a ser demasiado radical, mas acreditem quando digo que isto é um assunto sério do qual se fala pouco, porque tanto como de experiência própria como por experiências de amigas minhas, sei que isto é bastante desconfortável para nós, mulheres.

 

14
Dez14

Amigos

alex

Existe um grande problema na nossa sociedade (pronto, existem milhares deles, mas hoje vou-me focar só num em particular): as mulheres e os homens não podem ser amigos.

Eu ando há algum tempo para desabafar sobre este assunto em particular pelo simples facto de que já me anda a chegar a mostarda ao nariz.

Eu tenho um amigo, o P., que conheço desde o meu 7º ano, ou seja, já lá vão cinco anos. Ao inicio eu não ia com a cara dele nem um bocadinho e fazia de tudo para o demonstrar. Ele tinha medo de mim.

Um ano mais tarde, a Vida deu uma volta e tornámos-nos amigos. E desde aí que temos uma relação muito boa de amigos. Somos quase como se fossemos irmãos.

Quando eu digo isto toda a gente ou se ri ou me lança aquele olhar de incredulidade. Porque na cabeça das pessoas, dois jovens de sexo oposto não podem ser amigos a não ser que:

1º - Um dos dois tenho namorado/a

2º - Um dos dois seja gay/lésbica

3º - Os dois acima mencionados em conjunto

E eu acho mal a maioria das pessoas pensar assim porque de facto, eu posso ser amiga do P. sem ter qualquer intenção amorosa para com ele. Eu posso brincar com ele, eu posso passar cinco dias dos sete da semana com ele, eu posso ir às compras com ele, eu posso jantar e almoçar na casa dele, com os pais e o irmão dele, sem nutrir qualquer sentimento romântico por ele.

A minha irmã diz que ele é meu namorado. Os meus pais não o dizem mas sempre que eu digo que vou estar com o P. vejo os sorrisos que eles trocam um com o outro como se dissessem o que a minha irmã depois diz.

O irmão dele já lhe perguntou se eu sou namorada dele.

Toda as pessoas que não fazem parte do nosso grupo de amigos perguntam e acham que nós somos namorados. 

E porquê? Só porque nós temos um enorme há vontade um com o outro? Só porque às vezes quando vamos a andar na rua (e isto acontece mais é agora no Inverno) eu entrelaço o meu braço no dele? Só porque gostamos de estar um com o outro?

Mas esperem lá...não é isso que os amigos fazem? Os amigos sentem-se à vontade um com outro. Os amigos abraçam-se, riem, brincam. Os amigos gostam de passar tempo uns com os outros, certo?

Até posso compreender que hajam pessoas que queiram que nós sejamos namorados (respectivas mães, pois quem mais) mas se há algo que sei é que nunca seria capaz de ter qualquer outro tipo de relação com o P. que não fosse de amizade. Porque apesar de nós os dois nos darmos muito bem, de termos um grande há vontade um com outro, de falarmos sobre tudo e mais um par de botas, de me rir imenso quando estou com ele, simplesmente não há esse tipo de sentimento amoroso entre nós.

Ainda ontem falámos sobre isto e rimos imenso porque, de facto, a realidade que enfrentamos é esta: para muito boa gente, um rapaz e uma rapariga que têm uma amizade como a nossa ou se amam secretamente ou estão destinados a ficarem juntos.

Lamento dizer que nenhuma das duas é o caso. Porque seria o mesmo que namorar o meu irmão e só de pensar sinto vontade de me bolçar.

Portanto, quero apenas deixar assente que e falando por experiência própria, um rapaz e uma rapariga podem ser amigos, melhores amigos, o que lhe quiserem chamar, sem terem qualquer interesse amoroso um pelo o outro.

É que nem atracção física há entre nós. 

Não é que me faça muita comichão, porque nós até já brincamos com a situação mas deixa-me com comichão é o facto de termos tão presente e assente nas nossas cabeças que um rapaz e uma rapariga que tenham uma relação próxima são imediatamente namorados ou vão acabar por o ser.

Vamos lá ver se mudamos um pouco este "standard" da nossa sociedade....

20
Nov14

Há coisas que me ultrapassam #16

alex

Hoje venho-vos falar de cabelo. Não, não é do meu. É o do rapaz que vi ontem no metro.

Ora não me interpretem mal - não fiquei apaixonada pelo moço nem nada que se pareça. Agora pelo cabelo dele...isso já é outra história. Quando o vi de costas pensei que era uma menina - muito escanzelada, mas uma menina. Quando lhe vi a cara e o bigodinho loiro (alguém lhe devia dizer para usar a gilete com mais frequência...) fiquei vermelha - de raiva.

Como é que um rapaz tem um cabelo daqueles? Um cabelo comprido, loiro mel, cachos perfeitos a caírem-lhe sobre os ombros, brilhante e com um aspecto simplesmente DIVINAL?

Aposto que se lhe passasse os dedos seria como tocar em seda.

E fiquei com inveja do moço. Ainda ponderei perguntar-lhe que tipo de champô ele usa, mas depois achei melhor não visto estarmos no metro com outras pessoas e ele pôr-se a gritar ali no meio "TARADA MALUCA" ou algo do género.

Por isso fiquei sentadinha no meu lugar a contemplar o cabelo do rapaz e a desejar que o meu fosse assim tão brilhante, com cachos tão perfeitinhos e naturais como os dele.

Já tinha visto vários rapazes com cabelo comprido, inclusive mais comprido do que o meu (antes de eu o cortar há um ano atrás) mas o do metro ganhou-lhes a todos!

Assim como não percebo o porquê dos homens terem (quase) todos pestanas naturalmente longas e espessas (e agora falo mais pelas mulheres que se queixam disto e não por mim visto que até nem tenho razões de queixa no que toca às minhas pestanas) também não percebo como é que há homens que têm um cabelo tão bonito como o do rapaz do metro.

Se o voltar a ver hei-de perguntar-lhe qual é o segredo dele.

Há coisas que realmente me ultrapassam.... o cabelo esplêndido do rapaz do metro é uma delas!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D