Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

08
Mar15

Não é fácil

alex

Ser mulher não é fácil.

Somos constante postas à prova. Temos a provar muito mais do que os homens. Porque é assim desde o ínicio desta loucura a que chamamos Vida. As histórias dizem que o primeiro ser foi um Homem, e que a Mulher veio depois.

Há muitos Deuses neste mundo vasto e a maioria é toda do sexo masculino. 

Há muita mulher que sofre na pele as consequências que existem em termos nascido senhoras. Há países em que as mulheres nem sequer são reconhecidas como parte importante da sociedade, quanto mais celebradas.

Hoje é o tal apelado Dia da Mulher, ou Dia dos Direitos da Mulher. E eu só quero deixar aqui assente umas quantas coisas.

Eu queixo-me de ser mulher, uma a duas vezes por mês. Brinco muito com o facto de que devia ter nascido Homem, visto que não sou a definição tipica do que seria uma "gaja". Não gosto de romances, desprezo pessoas demasiado carentes e afectuosas, tenho um gosto peculiar por tudo o que seja carros, não ando de unhas arranjadas nem tão pouco tenho cuidado com as minhas palavras.

No entanto, nasci do sexo certo. Sou uma mulher deveras rija, mas que no fundo tem um coração de manteiga. Sou uma mulher independente, mas que no fundo, também precisa de ter alguém que de vez em quando a abraçe e lhe diga que tudo vai ficar bem. Sou uma mulher que gosta de carros mas que também gosta de se maquilhar ou de usar um vestido quando o tempo apela a isso.

Não sou uma mulher convencional, mas sou uma mulher. E posso ter mais a provar ao mundo por isso, mas isso só fará com que a minha vitória seja mais saborosa no final.

Se formos a ver bem, as vitórias das mulheres são sempre mais celebradas e lembradas ao longo do tempo por isso mesmo - porque somos únicas, somos especiais e porque toda a gente sabe que temos e teremos sempre de lutar muito mais avincademente pelas coisas.

E isso é que faz de nós os seres maravilhosos que somos. Porque apesar de termos de lutar mais, desde o ínicio dos Tempos, somos as que mais barreiras quebramos ao longo dos anos e somos as que vão continuar a quebrar - tudo e todos aqueles que duvidarem de nós.

Ser mulher não é fácil - mas eu não quereria ser outra coisa. Ser mulher faz de mim o ser humano que sou - determinada, lutadora e com a alma cheia de sonhos que muitos dizem ser impossíveis.

A nós, mulheres, são-nos atribuidos muitos impossíveis - mas no entanto, nós continuamos a provar que nada o é.

Continuem a lutar Mulheres. Porque a luta só acaba quando a última de nós decidir baixar as armas e desistir. Até lá, mesmo quando a luta parece estar perdida...nunca o está, na realidade.

04
Jan15

Suficientemente boa

alex

Por vezes questiono-me se serei suficientemente boa - boa amiga, boa filha, boa empregada, boa pessoa.

Apresento-me como forte, determinada e certa de mim. Mas por vezes dou por mim a ser fraca, insegura, duvidosa.

Aparento ser corajosa e indestrutível. Mas às vezes sou medrosa e fácil de atingir.

Engulo muita palavra com medo do impacto que estas terão - em mim e nos outros. Sou como as garrafas de champanhe, cheias até acima e normal se fechada. Mas se me abanarem muito...ao abrir, expludo por todos os lados.

Por vezes questiono-me se serei suficientemente boa - boa amiga. Se digo mesmo tudo quanto o que devia, se faço mesmo tudo quanto podia ou se pelo contrário, guardo palavras com medo do que elas poderão desencadear e se me deixo ficar quieta com medo de que as minhas acções tragam dor desnecessária.

Por vezes questiono-me se serei suficientemente boa - boa filha. Se digo vezes o suficiente o quanto estou grata por ter os pais que tenho e o quanto gosto deles. Se arrumo o quarto todas as semanas ou se ajudo o suficiente com as tarefas de casa ou se pelo contrário não mostro muito a minha gratidão para com os meus progenitores, se deixo a roupa acumular-se em cima do pequeno sofá durante semanas, se deixo loiça por lavar e roupa por passar.

Por vezes questiono-me se serei suficientemente boa - boa empregada. Se chego sempre a horas e saio sempre à hora, se limpo o chão da loja dia sim dia não, se atendo bem os clientes ou se pelo contrário chego sempre atrasada (mesmo que não esteja lá ninguém para confirmar os meus atrasos), se saio sempre uns minutos mais cedo, se há dias em que não me apetece pegar na esfregona e limpar o que os outros sujaram e se por vezes o meu sorriso é demasiado frio para com os clientes.

Por vezes questiono-me se serei suficientemente boa - boa pessoa. Se sorrio aos velhotes que passam por mim na rua e lhes digo bom dia, se penso às vezes naqueles que têm menos do que eu, se me esforço por ser simpática e acessível ou se pelo contrário caminho com os lábios cerrados ignorando os que me rodeiam, se me fecho no meu mundo e deixo transparecer uma pessoa sisuda e arrogante.

Por vezes questiono-me se sou boa o suficiente.

Há dias em que chego à conclusão de que não o sou.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D