Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

11
Jul14

Estou feliz e aliviada!

alex

Até pulei de alegria. Quando me aproximei das pautas, meio a medo, só eu sei o peso que me foi tirado de cima dos ombros. 

Estou livre. Acabou. No sentido verdadeiro da palavra: acabou. Já não sou mais aluna do secundário. Já não sou estudante. E não é que consegui a porra de um 12 a uma disciplina que não tenho desde o 9º ano???

Pois é, consegui tirar um 12 a francês e só eu sei os pulos de alegria que mandei quando vi aquela nota. Para alguns pode ser pouco, mas para mim foi muito bom. Uma língua que não domino, uma disciplina que não tenho à três anos, um teste que até achei um pouco complicado e tirei um 12!

A história desci um valor, fui a exame com 14 e como tive 12, fiquei com 13, mas também como não preciso do exame e como também não há-de fazer com que a minha média fique assim tão ranhosa, não me importei muito. A português a coisa correu melhor e tirei um 15.

Mas nada disso me interessa agora. Já acabei! Já posso gozar o resto deste mês à vontade, até Agosto, sem me preocupar com mais nada!

Agora tenho é de ir descansar a minha cabeça e a minha alma e o meu coração e não há melhor sítio para isso do que a terra dos meus avós no Norte. Vou no domingo e só devo regressar daqui a uma semana e meia.

Vou tentar não deixar o blog às moscas, mas vai ser muito complicado, porque amanhã tenho uma série de coisas para fazer e não sei se tenho tempo de escrever posts suficientes para serem postados na minha ausência. Não sei também se vou poder levar o pequeno Magalhães comigo ou se vou ter Internet, por isso, durante este tempo posso dizer que de certeza que a comentários não vou conseguir responder. Por isso, peço desculpa já de avanço se vos deixar um pouco ao abandono, mas não é por mal, saibam já isso.

Mas eu preciso de ir sabem? De ir lá para cima respirar o ar puro do campo, apanhar um bocadinho de sol (e tapar a tatuagem porque não quero fazer nada que a estrague), ler e escrever muito, passear...enfim, desanuviar e relaxar depois de todo este stress que foi o último ano de secundário.

Depois quando voltar, tenho tempo para começar a pensar na próxima etapa da minha vida, mas agora preciso mesmo desta pausa.

Estou tão feliz. E aliviada. 

E o dia que tive também contribuiu muito para isso! Fui, mais a D., passear por Belém. Pelo caminho fomos ao LX Factory e fiquei apaixonada por aquela livraria enorme que lá há e por uma outra loja (da qual agora não me lembra o nome) que tinha coisas adoráveis! 

Foi um dia em cheio e foi daqueles dias em que chegamos ao fim cansados e transpirados, mas chegamos também com um sorriso enorme nos lábios, com o coração e a alma cheios.

Amanhã há mais e há muita coisa a fazer. Até estou a tentar não pensar nisso que é para não me "matar a vibe" de hoje.

Prometo que vou tentar e dar o meu melhor para não deixar o blog ao abandono enquanto estiver na santa terrinha...mas caso não consiga, fiquem já a saber que vos estimo muito e que daqui a nada já estou de volta para ler os vossos maravilhosos blogs, responder a comentários e fazer os meus também.

Já disse que estou feliz? E aliviada?

27
Jun14

Só para resumir

alex

Ora bem; os exames estão feitos. Estou a tentar ser optimista e não pensar, dizer ou escrever: por agora. Não vou precisar de ir à 2ª fase! (espero eu).

Portanto, as próximas duas semanas tenho bastante tempo livre. Podia ir à praia, visto que calha bem e são as duas semanas de férias da minha mãe. Mas (!) hoje lá fui eu fazer aquilo que à tanto tempo queria ir fazer. Lá fui à loja de tatuagens e está feito! Ao contrário do que seria de esperar, não estava nervosa, apesar de esta ter sido a minha primeira tatuagem. No entanto, é uma coisa pequena e não vou dizer que não senti nada, porque a verdade não é essa, mas também não posso dizer que doeu imenso. Ao principio só se sente um desconforto, como se alguém estivesse a raspar a nossa pele, mas não dói. Depois, quando ele começou a pintar (ele fez-me a tatuagem a cores e não me levou mais por isso, o senhor é o meu novo melhor amigo!), aí o desconforto já foi maior e ainda torci o nariz umas quantas vezes, mas é completamente suportável!

E valeu tanto a pena! Agora já a limpei e já lhe apliquei a pomada, mas durante as próximas duas semanas, nada de sol ou água do mar, por isso ir à praia está fora de questão. A minha mãe não ficou lá muito contente com isto, visto que ela queria que fossemos os quatro à praia, mas se não fosse agora só para finais de Agosto e a coragem desaparecia, por isso, está feito!

Também não morro se este ano só for uma ou duas vezes à praia... a malta que vive em países com climas que não são nada propícios à praia, ainda respiram certo? E vale a pena, porque finalmente, fiz algo que tem uma grande importância para mim e que representa a relação que eu tinha com uma das pessoas mais especiais no mundo para mim: o meu avô paterno (e também, a que ainda hoje tenho com a minha avó).

Quanto a estas duas semanas que tenho pela frente, vou aproveitar para descansar, ver se volto às minhas corridas, visitar os avós todos e descansar. Depois no dia 11 é o dia do juízo final (eu e a minha veia dramática).

E pronto, entretanto, mais conteúdo será produzido aqui para o blogue! 

Deixo uma foto da obra de arte... é incrível como há pessoas que conseguem fazer isto, desenhar em partes do corpo do ser humano não é? 

É arte!

 

17
Jun14

Só por isto...

alex

"A arte, mistério impenetrável, não cabe na razão lógica e qualquer tentativa de a desmontar será sempre inútil. Se fosse possível desmontá-la não seria arte. Permanecerá para sempre secreta e insolúvel. Pode bordar-se em torno mas fora da muralha, nada tem que ver com a inteligência, a razão, o raciocínio dedutivo: existe em si mesma, por si mesma e para si mesma, apenas permeável ao inconsciente e, no entanto, ao tocar-nos no inconsciente muda a nossa percepção do mundo e de nós mesmos em consequência de um mecanismo que nos escapa. 

Só o mistério nos faz viver, insistia Lorca, só o mistério nos faz viver. (...)

(...) Governem-se, se forem capazes, com a chave que vos deixo, se é que ela existe, ou não existe, ou existem várias, ou existem muitas, mudando constantemente. De cada vez, por exemplo, que oiço um quarteto de Beethoven oiço música nova.

 Como se pode agarrar, digam-me lá, o que constantemente muda?"

 

-António Lobo Antunes, "Adeus", Visão, nº1024, a 18 de Outubro de 2012, excerto retirado da crónica que foi usada como texto do grupo 2 do exame de português do ano passado.

 

...já valeu a pena o estudo.

15
Jun14

As línguas...

alex

Mais propriamente, a língua: o francês.

Adoro, fascina-me, encanta-me.

É difícil de falar, complicado de escrever e fácil de se compreender (se falarem comigo calmamente e/ou se estiver a ler algo em francês).

Por isso, isto aos poucos está a ir lá. Sinto que posso tirar boa nota nesta pôrra de exame. Eu sinto-o.

No final do mês já vou poder ir a Paris e ter uma conversa adequada com um parisense todo jeitoso.

Fica aqui registado.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D