Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

01
Abr16

Tuga Land


alex

Foi estranho. Voltar. Regressar. Foi como se os últimos 8 meses tivessem sido um sonho e eu tivesse ficado em Portugal este tempo todo.

Foi como se, no dia 6 de Agosto de 2015 eu tivesse adormecido, sonhando com a minha vida em Londres durante 8 meses e ter acordado no passado dia 23 de Março de 2016.

Foi uma semana que passou demasiado rápido. Andei de um lado para o outro, em casa deste, em casa daquele, a comer, a falar, a rir, a comer mais um bocado... Acho que engordei uns cinco quilos nesta semana que passei em terras lusas.

É sempre bom chegar a nossa casa, passado tanto tempo, e sentir que nada mudou. Principalmente, que as pessoas que por lá ficaram, permaneceram iguais e fieis a si.

É sempre bom não ter de me preocupar em ir trabalhar oito horas e ainda ter de fazer o jantar, lavar a roupa ou arrumar a casa. É sempre bom voltar a ser apenas uma jovem de 19 anos. É sempre bom voltar a ser apenas filha, irmã, neta, sobrinha e amiga.

Porque a verdade é que aqui, na minha vida em Londres, sou mais do que isso. Por vezes, até sou demais do que isso, se é que esta frase faz sentido gramaticalmente. Aqui não sou tanto uma jovem de 19 anos, não sou tanto filha, irmã, neta, sobrinha, amiga. Aqui sou mais adulta, mais presa, mais carrancuda, mais preocupada. Mais adulta.

Foi uma semaninha que deu para matar as saudades - das pessoas, dos sítios e da comida. Mas foi curta. Queria mais e assim queriam os que lá deixei, mais uma vez.

É sempre difícil dizer adeus. Mas não custou tanto como há oito meses atrás. Talvez porque agora tenho a minha vida aqui em Londres. Tenho uma casa para onde voltar, um emprego estável, a minha segunda família... na altura não tinha nada, vinha meio que desamparada da vida. Não tinha aqui nada que me aguardasse a não ser o desconhecido.

Agora não foi bem assim. Claro que doeu, dizer adeus mais uma vez à minha família. Mas não doeu assim tanto porque daqui a três meses já os vejo outra vez e até lá, a vida encarregar-se-à de me distrair, de me trazer novos desafios e novas coisas com que ocupar a cabeça e o tempo ... até ao próximo regresso a terras lusas.

 

 

IMG_20160323_180957.jpg

 

 

IMG_20160326_195301.jpg

 

 

IMG-20160329-WA0000.jpg

 

IMG-20160329-WA0002.jpg

 

 

 

 

 

 

 

24
Jun15

Simplicidade especial


alex

Ando feita uma preguiçosa que nem vos conto. 

Hoje passei o dia na cama, a ver séries, a ler, a pintar.... está certo que ontem fui passear mas hoje senti-me uma autêntica preguiça!

A roupa está toda por arrumar aqui no sofá... O pó também já se limpava e o chão também já se lavava.

Mas ando a aproveitar estes dias de descanso o melhor que posso, enquanto cá estou, porque daqui a umas semanas vai ser o caos e assim que pousar em Inglaterra, acho que não vou ter nem tempo para respirar.

Acho que é por isso que os meus pais também já nem comentam a minha preguicite de ultimamente.

Eles sabem que em breve isto tudo vai acabar e estão a deixar-me desfrutar cada bocadinho.

Já me perguntaram se eu não tenho nada de especial que queira fazer durante este mês de Julho enquanto cá estou, como forma de me despedir do meu mundo.

Mas sinceramente, não preciso de nada em especial. Bastam-me dias como o de hoje em que estive o dia todo em casa a fazer as minhas coisinhas, sem nenhuma preocupação, ou dias como o de ontem em que passeei por Lisboa com uma amiga, como já fiz tantas outras vezes.

Só preciso de comer muito Bacalhau à Brás da avô materna e muita Massada de Camarão da avô paterna, antes de ir.

Só preciso de estar com os meus amigos, seja apenas passear aqui pela nossa pacata cidade, ou ir às compras com uma amiga em Lisboa, ou comer um gelado enquanto caminho pelas ruas que já devem ter as minhas pegadas no seu chão, de tanta vez que lá passo.

Tudo o que tiver para fazer de especial, faço-o quando vier visitar. 

E se formos a ver bem, pelo menos para mim, as coisas mais simples como as que tenho estado a fazer são as mais especiais para mim.

É nas coisas simples que encontramos as coisas mais especiais e importantes para nós.

04
Jun15

Finalmente, um pouco de descanso


alex

Agora que tenho mais tempo livre e que já recebi a carta da universidade, sinto-me mais leve. Apesar de agora andar preocupada com outras coisas, a verdade é que tenho muito mais tempo para fazer coisas de que gosto, para relaxar um bocadinho antes da loucura do próximo mês (que vai ser loucura, quase de certeza) e aproveitar estes dias de sol mesmo que alguns sejam passados em casa a descansar.

A última etapa para poder começar a arrumar os meus trapos está quase a chegar. Já só preciso de saber o resultado do exame de inglês e depois a coisa torna-se séria. Admito que ainda não sinto que seja real; que daqui a mais ou menos dois meses já possa estar num outro país a viver. Ainda não caiu a ficha, digamos assim.

Mas com calma se vai ao longe, como a minha avó costuma dizer, e portanto, uma coisa de cada vez. Agora é descansar e passar uns dias a matar saudades da minha vida de adolescente que não tem horários, poder sair quando quiser, sozinha, acompanhada, que pode ir aqui ou ali sem ter de se preocupar em voltar a horas de entrar para o trabalho e depois, logo haverá tempo para preocupações e puxar de cabelos novamente.

Agora digamos que estou em modo de férias. 

28
Jul14

Volto já!


alex

Vou ali até ao Meco e volto na Quarta-feira...não se importam que eu me ausente mais estes dias pois não? Tenho de aproveitar para matar saudades da D. que veio lá daquele campo de férias e ver se ao mesmo tempo mato saudades da praia, à qual ainda não fui este ano...

Mas passa a correr, não se preocupem! 

Até Quarta!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D