Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

31
Mai20

Quem cala consente - Black Lives Matter

alex

Já tentei começar este texto de mil e uma formas diferentes. Nenhuma delas me parece a correta.

É muito complicado exprimir todos os sentimentos que me assolam neste momento, em que o nosso mundo parece estar a afundar-se mais e mais, a cada segundo que passa.

Debati-me imenso sobre se deveria ou não escrever um texto sobre este assunto. Se o poderia fazer, enquanto pessoa branca e privilegiada. Depois de pensar muito, cheguei à conclusão de que se não o fizer aqui, não o posso fazer em mais lado nenhum. E este é um assunto que deve ser falado, deve ser escutado, deve ser debatido e acima de tudo, deve ser apoiado.

Enquanto pessoa branca sou privilegiada. Toda a minha vida saí de casa sem ter de pensar no que me poderia acontecer por causa da cor da minha pele. Nunca perdi ninguém querido por causa da cor da pele deles. Entre muitos outros problemas que as pessoas de cor enfrentam todos os dias, enquanto pessoa branca vivi sempre com a certeza de que a morte viria, mas nunca através de um ato de racismo. Porque o racismo contra pessoas brancas NÃO EXISTE, ao contrário do que já vi muitas pessoas dizerem pela internet fora. 

Toda uma raça que desde sempre é descriminada pela sociedade, pessoas que são mortas, presas, torturadas, descriminadas dia após dia, apenas porque a cor da sua pele é preta e não branca. Pensem na quantidade de pessoas que já sofreram e que continuam a sofrer às mãos de polícias como os que assassinaram George Floyd. Pensem na quantidade de Derek's (nome do polícia que se ajoelhou no pescoço de George) que já fizeram igual ou pior e não sofreram represálias.

Até quando? Até quando é que vamos aceitar viver numa sociedade que mata, julga, prende, odeia com base na cor da pele?

Sinto que talvez não seja a melhor pessoa para falar sobre este assunto, mas ao mesmo tempo acho também que quem cala consente. E por isso, hoje, trago-vos este texto. Porque não sou "influencer", não sou figura pública ou até alguém que possa chegar a muita gente, mas sou um ser humano com cabeça, tronco e membros. Com consciência. Com coração.

E acho que qualquer coisa ajuda. Já não fazer nada e ficar no meu canto, não faz nada. 

Há quem diga que não tinha de chegar a este ponto. Que os protestos que estão a tomar lugar nos Estados Unidos (e agora até já em alguns países da Europa) são desnecessários, são uma reacção exagerada ao que aconteceu.

Mas aquilo que a maioria das pessoas parece não perceber, ou então não quer perceber, é que isto é algo muito maior. Já não é só sobre um assassinato ou um só ato de racismo ou um caso isolado de supremacia branca. É o resultado de anos, décadas, séculos de descriminação contra HUMANOS, baseado na cor da sua pele. 

Gostamos de nos convencer que hoje em dia já não é tão grave como era dantes. O racismo não desapareceu. Está presente, todos os dias, na vida das pessoas cuja cor de pele não é igual à minha. É uma sombra que os acompanha e que lhes pesa bastante, e que acaba, muitas vezes, por lhes roubar tudo. Imaginem viver todos os dias com receio de viverem a vossa vida por causa da cor da vossa pele. Imaginem estarem a conduzir e serem mandados parar porque são negros e os negros são todos bandidos. Imaginem alguém disparar contra vocês, quando estão desarmados, com ambas as mãos no ar e as lágrimas a escorrerem pela cara. Imaginem serem tratados como menos do que humanos. Imaginem um, dois três, quatro polícias em cima de vocês, enquanto tentam a todo o custo engolir o ar que vos estão a roubar. 

Sabem porque é que se calhar muitos de nós não conseguimos imaginar tal coisa? Sabem porque é que tudo parece tão longe de nós, que não tem nada  haver connosco, quando na verdade tem tudo a haver?

Privilégio. Só e apenas por isso. 

Não é despropositado. Não é exagerada a reacção. É o resultado de séculos e séculos de descriminação contra uma raça, que nos trouxe até aqui. "Mas a violência nunca é opção. Lutar fogo com fogo nunca acaba bem." 

A violência está a partir de quem? Investiguem, leiam, informem-se. Vejam os vídeos que eles querem esconder de nós. Oiçam as vozes que eles tanto tentam silenciar. Prestem atenção. E falem vocês, partilhem. Enquanto pessoas privilegiadas, acho que é isso que podemos fazer.

Nós escolhemos muita coisa nesta vida. Mas não escolhemos a cor da nossa pele. 

Já vi muita gente a dizer que 2020 é o pior ano, que este vai para os livros de história. E a pergunta que deixo aqui é esta: 

No ano de 2020, o que é tu fizeste para ajudar? Qual foi a tua contribuição para o pior ano, o ano que ficou para a história como um dos que mais destruição, dor, injustiça, revolta, viu?

Vamos fazer a nossa parte. Qualquer coisinha, por mais pequena que seja, ajuda mais do que não se fazer nada.

Em baixo, ficam alguns links com toda a informação sobre como podem ajudar.

Black Lives Matter.

https://blacklivesmatter.com/

https://blacklivesmatters.carrd.co/#

https://www.change.org/p/mayor-jacob-frey-justice-for-george-floyd

 

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D