Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

21
Mai15

Nem sempre

alex

Os ânimos na loja não andam lá muito bem. Aqui a vossa amiga plantou uma semente que deu um fruto muito grande e agora estou com receio de levar com ele na cabeça.

Sempre ouvi dizer que o cliente tem sempre razão. E eu aprendi isso no único mês que estive no call center. Bastou-me uns dias a atender telefones numa das linhas mais atarefadas do país para perceber que lidar com clientes não é fácil e não é, de todo, para todos.

A diferença entre o call center e a loja é que aqui dou a cara, enquanto no call center só dava o nome e a voz. E bem dito aquele botão chamado mute que me permitia bufar e dizer umas quantas asneiras quando o cliente estava do outro lado da linha a reclamar que estava sem gás. Aqui não tenho botão de mute. Aqui tenho de pôr um sorriso nos lábios e não deixar que os meus olhos demonstrem o que realmente sinto.

Os meus olhos traem-me sempre e para quem for atento, vê logo. 

O cliente tem sempre razão - na teoria até pode ser assim, mas na prática as coisas são diferentes. 

Hoje perdi a compostura. Deixei as minhas emoções levarem a melhor durante uns segundos e foi o suficiente para se instalar aqui mau ambiente quando cá estou eu e a minha patroa juntas (que, digamos não é mais do que uns cinco minutos, visto que assim que eu chego ela começa a arrumar para ir embora), mas é desconfortável.

Hoje estive mesmo para mandar um cliente à merda. A chamar-me mentirosa e a fazer com que eu ficasse mal vista perante os meus patrões. Estive no limite e não sei bem como, consegui recuar a tempo. Não caí.

Mas desequilibrei-me. Essa merda do cliente ter sempre razão às vezes é só mesmo isso - uma bela de uma grande merda.

Há que saber lidar com as pessoas, certo. Mas há pessoas que simplesmente não querem ser lidadas a bem. Uma pessoa que berra à outra, que lhe chama mentirosa e aldrabona e que ofende não tem razão. A partir do momento em que se ofende a pessoa que está deste lado, a admitir o seu erro mas a tentar fazer ver que parte da culpa também caí nos ombros de outrem, perde-se a razão.

Por isso é que me virei para a minha patroa e lhe disse que os clientes não têm sempre razão - mas que têm sempre a mania que têm o rei na barriga, ai isso têm.

Ela não gostou muito.

E eu? É para o lado que durmo melhor, porque hoje fui enxovalhada o suficiente para me durar uma vida inteira.

Há dias em que só apetece mesmo gritar ao mundo - deixem-me ser pequena outra vez que esta merda de ser adulto não presta nem um bocadinho.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D