Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

12
Jan15

Nada convencional

alex

Não me vejo como dona de casa. Ou como mãe de quatro filhos e dois cães. Ou mulher que vai à cozinha buscar uma cerveja ao marido enquanto este está no sofá a ver a bola.

Não me vejo de vestido branco e véu a subir ao altar com o homem dos meus sonhos vestido com um bonito fato à minha espera.

Não sou, de todo, uma rapariga convencional. Eu e o meu ex (de há mais um ano, venham as palmas) de vez em quando falávamos sobre isto. Sobre o que queríamos para um futuro distante (que eu ainda sou uma miúda não é verdade). E a conversa acabava sempre mal porque ele, nesse aspecto, não concordava comigo. Concordávamos em muita coisa mas não nisto. 

Ele dizia que queria um casamento grande, com a família toda, uma banda e um buffet de fazer alargar o cinto das calças. Dizia que queria uma casa onde coubesse ele, a mulher e os três filhos (logo aí torcia o nariz porque odeio números impares) e o amigo cão (e eu que sou doida por gatos ia mesmo ter um cão, espera aí).

Dizia que queria uma mulher que o estimasse, o amasse e respeitasse e que fosse não só a companheira amorosa dele mas também a sua melhor amiga. Dizia-me de sorriso nos lábios, que gostava que essa pessoa fosse eu (e eu desmanchava-me a rir que nem uma perdida porque era de loucos!)

Primeiro porque ainda tenho muito para viver. Segundo porque era incapaz de me casar pela igreja visto não ser católica. Terceiro porque sou de opinião que casar pelo civil também não me vale de nada - que um papel com o meu nome lá escrevinhado não aumenta nem diminui o meu sentimento pela pessoa, ou seja, não muda nada a não ser em termos legais (que para mim interessam-me tanto como a árvore aqui em frente à minha casa).

Quarto porque ele era maluco da cabeça e eu sempre fui inteligente demais para ir neste tipo de conversas (gostava de também ter sido inteligente o suficiente para não ir em outras, mas isso já é outra história).

Há raparigas que com a minha idade já dizem: "Ah sim, eu quero-me casar e ter filhos e viver feliz para sempre com o meu amor. Não é agora claro, mas quando for mais velha."

Pois eu nunca fui dessas. Sempre disse que nunca me ia casar. E sempre me disseram que era só aparecer a pessoa certa e eu depois ia ver - mas desculpem, não há-de ser um homem a fazer-me mudar as minhas convicções, mesmo que esse homem seja o homem dos meus sonhos.

Sempre que disse que gostava mais dos filhos dos outros do que dos meus - e é parcialmente verdade porque apesar de não ter filhos meus, tenho uma irmã de dez anos que há alturas em que é quase como se fosse. E só eu sei o quanto de mãe fui para ela e só eu sei as dores de cabeça que ela não dá, por isso filhos? Acho que não tenho perfil para os ter.

Sempre disse que nunca iria ser daquelas mulheres que chegam a casa depois de oito horas de trabalho e que vão fazer o jantarinho para o marido que fica no sofá, alegando estar "muito cansado". Ai, que vontade de me rir...

Isto porque calhou, em conversa com a minha patroa, dizer que não quero casamentos nem católicos nem no civil e que filhos também não sei ao certo se os quero vir a ter.

Essa vida não é para mim, ponto. Sonho com uma vida cheia de aventuras, viagens, descobertas, muita escrita, muito amor e muita felicidade.

E é só.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D