Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

12
Dez13

Há coisas que me ultrapassam #4

alex

Não consigo perceber. Não me entra na cabeça. Não entendo. Não consigo compreender o que é que as pessoas ganham em prejudicar os outros. Em troçar deles. O que raio é que ganham!? Aumenta-vos o ego? Ficam mais humanas por isso, mais superiores? Faz-vos sentir importantes, fazerem os outros sentirem-se pequenos e inferiores? Expliquem qual é a satisfação que tiram de sabotar os outros, de se rirem na cara deles, do esforço deles, do trabalho deles? Alguém que me explique porque eu não compreendo e há anos que faço por entender.

Não suporto aquelas pessoas. Desprezo-as. São baixas, sem princípios, sem rumo de vida, sem objetivos, sem um pingo de consciência na puta das cabeças. São nojentas. Trazem ao de cima sentimentos em mim que não quero despertar. Fazem-me sentir ódio, o sentimento que mais desprezo. Mas é a isto que me fazem chegar; é este o extremo que atinjo. Rirem-se na cara dos que se esforçam? Impedir que estes sejam avaliados, sabotar o trabalho deles? O que tiram disso? Digam-me caraças! Se há algo que não admito, não suporto, é faltas de respeito. Se querem ser respeitados, eu respeito, mas só exijo em retorno que me respeitem também! Posso não ser a maior fã de A ou B, mas tenho a consciência de o saber respeitar, de não me rir dos seus falhanços, de não sabotar o seu trabalho. Fico no meu canto se assim tiver de ser e só peço que quando sou eu, façam o mesmo. Para quê rir, gozar, enxovalhar, fazer a outra pessoa sentir-se um completo falhanço? Já não têm a vitória deles, já não fizeram bem o seu trabalho e já não foram avaliados? Então porquê negar aos outros esse mesmo direito? Não suporto, não consigo viver com injustiças, com faltas de respeito, muito menos vindas de pessoas que já deviam ter idade para ter juízo! Mas que mundo é este agora em que vivemos, no qual o próprio professor goza descaradamente com os alunos em vez de os corrigir, de os ajudar, de os guiar? Que mundo é este em que até os adultos se comportam todos como um bando de adolescentes sem cabeça nenhuma? 

Fico parva com isto, juro. De pessoas como elas ainda compreendo, agora vindo de uma pessoa que era suposto ajudar e corrigir os alunos, de forma a estes poderem ter um desempenho melhor? Fico parva e fico cega; cega de raiva. Só eu sei o quanto isto mexe comigo, só eu sei os fantasmas que estas situações trazem ao de cima, só eu sei o quanto tento não ser aquela menina indefesa de há 7 anos que ouvia e calava, só eu sei como me custou hoje virar costas e sair daquela aula sem autorização da professora, só eu sei o quanto me custou conter as lágrimas de raiva e o quanto me custou não voltar atrás e ensinar uma lição aquela gente.

Só eu sei.

Há coisas que me ultrapassam, realmente. Pessoas más, venenosas, oportunistas, que fazem tudo para ver os outros falhar só para elas poderem brilhar, que mandam pedras de forma a poderem ter a satisfação de partir os telhados de vidro dos outros, pessoas más, más, tão más que metem dó. A existência de pessoas assim é só mais uma coisa que me ultrapassa num mar de muitas outras.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D