Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

24
Abr15

Falando de coisas sérias

alex

Tenho este texto a marinar na minha mente já há algum tempo. Não vou pedir desculpa se com as minhas palavras ofender algum membro do sexo masculino mais susceptível a encarar uma crítica feita ao seu sexo, no geral, de forma pessoal.

Com isto, aqui vai: Como mulher que sou, odeio quando os homens assediam uma mulher na rua.

Há, infelizmente, bastantes exemplos que posso usar para desenvolver a frase acima. Mas basta usar o mais comum que eu aposto que acontece a muitas mulheres - vamos simplesmente a andar na rua e há homens que nos devoram com os olhos, que nos mandam aqueles piropos foleiros e que tentam manter conversa connosco. Depois há aqueles que ultrapassam os limites - seguem-nos sem se calarem e sempre a tentarem com que nós lhes digamos o nosso nome e número de telefone.

Não se admirem, e não pensem que isto é inventado, porque já me aconteceu. E não me venham dizer que muitas vezes é mania da perseguição por parte das mulheres ou que somos convencidas ao ponto de achar que aquele homem está a olhar para nós de forma imprópria, porque a verdade é que eu cá não preciso de um homem com idade para ser meu pai a comer-me com os olhos para me sentir bem comigo própria, nem tal é motivo de gabarito junto de seja quem for.

Isto acontece! Há muitos homens que assediam mulheres, jovens raparigas no meio das ruas e não é preciso elas estarem de top acima do umbigo e cachecóis-saias para isso acontecer! Um simples vestido pelos joelhos com collants e umas botas são motivo para alguns acharem que podem simplesmente abordar uma mulher no meio da rua ou mandar uma boca nojenta para o ar.

Acho que como sociedade desvalorizamos bastante este fenómeno, mas isto deixa-nos bastante desconfortáveis na nossa própria pele! Sentimos que não podemos sair à rua de calções quando está sol ou de vestido de alças quando está calor e como tal, sei de pessoas que nem se atrevem a vestir as roupas que por vezes gostam com receio de serem olhadas e abordadas. É uma falta de educação enorme e é, na minha opinião, algo completamente desnecessário! Se uma pessoa quer abordar outra no meio da rua, não o faça com frases do género: Gaja boa, anda cá! Elaaaah!

Mas nós somos o quê, um pedaço de carne pronto a ser trincado por um bando de cães rafeiros?

É daquelas coisas que me dá imensa comichão, esta falta de bom senso e de boa educação por parte de certos indivíduos do sexo masculino. Normalmente, os tais são sempre homens com idade já para terem juízo e saberem manter o amiguinho dentro das calças, mas no entanto são sempre esses que abusam.

Eu não vou deixar de usar vestidos ou calções ou seja o que for, porque eu não ando aí a mostrar as nádegas no meio da rua ou a mostrar o meu decote a quem quer e a quem não quer ver. Mas também não sou obrigada a ser um burrito humano quando estão 30º,35º! 

Nós não temos de nos sujeitar a este tipo de situações, muito menos evitar vestir isto ou aquilo com receio de tal nos acontecer quando vamos a caminho do trabalho ou da escola.

Olha para uma pessoa não é crime nem incomoda ninguém - mas há que entender que olhar um bocado e depois desviar o olhar é uma coisa, outra é olhar fixamente, sorrir de forma sugestiva e ainda fazer comentários - porcos, que não tenho outro adjectivo para lhes atribuir - e não é correcto!

Não sei se sou a única que pensa assim ou se estou a ser demasiado radical, mas acreditem quando digo que isto é um assunto sério do qual se fala pouco, porque tanto como de experiência própria como por experiências de amigas minhas, sei que isto é bastante desconfortável para nós, mulheres.

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D