Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

19
Nov15

Estrondo


alex

No meio da correria que é a minha vida, hoje consegui finalmente parar um bocado para pensar sobre muita coisa. Tive tempo de descansar o corpo e de simplesmente pensar.

Os acontecimentos dos últimos dias têm deixado o mundo à flor da pele. Eu acompanhei as notícias dos ataques em Paris, até porque discutimos o acontecimento no meu módulo de jornalismo. Mas só hoje tive tempo e cabeça para pôr os meus pensamentos por escrito.

Eu moro em Londres, mais ou menos a meia hora do centro, se apanhar o metro, uma hora se apanhar o autocarro. É nesta cidade que moram todos os tipos e feitios de pessoas. Todas as raças, religiões e pessoas estão cá. Na terça-feira estava no meu módulo de escrita creativa quando vejo esta noticia. E fiquei a pensar...fiquei dividida... terá sido o medo que o levou a fazer tal coisa? Ou apenas racismo puro? Ou ambos?

Mas é isto gente. É isto que eu não consigo ver e calar. É o "pelo que um ou dois fazem, pagam todos" que me deixa em alvoroço. Eu percebo o medo. Eu percebo a aversão que se possa ganhar a certas religiões por causa destes acontecimentos. Eu entendo. Mas não entendo que crucifiquem uma religião ou raça inteira pelos erros de um bando de terroristas que não sabem nada da vida para além da morte. 

É triste. É triste eu ir trabalhar todos os dias para o centro comercial e ter medo que alguém mande aquilo ao ar porque seria um bom sítio para começar em Londres. É muito triste eu ir passear ao centro de Londres para ver as luzes de natal e de vez em quando olhar à minha volta a analisar as pessoas que me rodeiam, a pergunta na minha mente sempre presente: será que é aquele que vai fazer explodir esta gente toda?

Mas isso não significa que possamos tornar-nos selvagens e desumanos como os que praticam actos de tamanha violência como o praticado em Paris. Não nos podemos deixar levar para o lado negro. Nem todos os islâmicos são terroristas. Assim como nem todos os refugiados da síria são ingratos ou rudes. Eu sei que com tudo isto que tem acontecido, é díficil separar os bons dos maus - então vai tudo.

Mas é tão errado como matar 129 pessoas e ferir mais umas quantas.

Porque o terrorismo não tem religião. Não tem raça. O terrorismo é o conjunto da maldade inbutida nos corações de vários seres humanos.

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D