Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

08
Ago14

Despedidas

alex

Ontem em vez de ir trabalhar, pedi a tarde e fui com a D. até ao aeroporto para nos despedir-mos da C. A C. está agora neste momento em Londres. Foi para lá através daquele programa que já falei aqui tanta vez (Ok Estudante) e em Setembro vai começar a estudar lá. 

Dizer adeus é sempre difícil. No meu caso não o foi, porque sei com toda a certeza, que não me vou ter de despedir dela tão cedo. Eu fiz uma promessa - a mim e a ela - em como para o ano estou lá a chatear-lhe a cabeça e vou cumpri-la, dê por onde der.

Mas apesar de não ter sido difícil para mim, foi uma despedida muito difícil para os pais e para a irmã dela (como é óbvio). Eu não gosto de ver pessoas a chorar - as lágrimas a mim deixam-me desconfortável. Eu própria não sou muito dada a choros - já nem me lembro da última vez em que chorei, mas lembro-me da última vez em que engoli lágrimas (sábado passado, para ser exacta). Contudo, ontem, foi difícil estar ali a testemunhar aquele momento tão íntimo entre ela e a família. Eu vi como ela se agarrava à mãe - como se a âncora do barco estivesse a ser puxada para cima e a areia não a quisesse deixar ir. Eu vi como a irmã dela chorava e vi a tristeza espalhada nos seus olhos. Vi-a dizer adeus, lavada em lágrimas, já a entrar para o Portão de embarque, de mala às costas e a outra na mão. Vi-a virar costas à família que eu sei que ela ama muito.

Eu conheço esta rapariga já há quatro anos. Fomos muito próximas nos primeiros dois anos em que nos conhecemos e nos outros dois nunca deixámos de ser amigas, embora um pouco mais distantes. No entanto, e devido ao nosso sonho de sempre de viver e estudar em Londres, ultimamente andávamos mais próximas. Mas de uma coisa eu sei:

A rapariga que eu vi partir para Londres, em busca do seu sonho, não foi a rapariga que eu conheci há quatro anos atrás. Essa moça jamais teria largado, com relutância, a família para ir para um país estrangeiro. Essa rapariga jamais pensaria em deixar namorado, amigos, família e conforto para trás. Porque essa rapariga não era a mulher que ela hoje é. É daquelas pessoas que já passou por muito na vida e com quem sempre me identifiquei - somos ambas irmãs mais velhas e desde cedo que tivemos muita responsabilidade e muito peso sobre os nossos ombros (ainda bem que praticámos as duas natação durante anos e temos umas costas largas). É uma pessoa forte - hoje, muito mais do que há quatro anos, apesar de nessa altura já o ser. Só que ela nessa altura não tinha fé em si própria...mas com quinze anos acabados de fazer, quem tem? E ontem, ao vê-la virar costas aos seus entes mais queridos, embora por fora estivesse a fazer piadas e a tentar aligeirar o ambiente (é a única coisa que consigo fazer neste tipo de situações), só pensava para comigo:

Ela não se está a despedir de nenhum de nós. Está finalmente a despedir-se da menina de quinze anos que nunca acreditou que este dia pudesse chegar.

E sorri. Sorri, porque acompanhei a evolução desta rapariga que se transformou numa mulher linda, inteligente, independente e forte. Sorri porque tenho orgulho em a ter conhecido e em poder chamá-la de amiga.

E hoje continuo a sorrir porque é ela que me faz acreditar com todo o meu coração que, para o ano, posso ser eu - se ela conseguiu, eu também consigo.

Para o ano sou eu.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D