Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

25
Abr16

Cravos há muitos mas...


alex

Dia do Cravo há só um e é hoje!

Apesar de estar noutro país, não posso deixar passar em branco o dia em que se celebra o inicio da democracia no nosso país. Na minha opinião, ainda é uma luta que se trava todos os dias, essa a de termos mais liberdade, mais igualdade e mais justiça tanto em Portugal como pelo mundo fora, mas muitos progressos já foram feitos.

Como diz um dos meus professores cada vez que entregamos um rascunho dos nossos trabalhos: "It's a work in progress" e esta luta travada no dia 25 de Abril de 1974 é também ainda um trabalho em progresso.

Mas é graças a essa luta travada e ganha nesse dia que hoje tenho o privilégio de estar onde estou. 

Obrigada. Aos que lutaram na altura e, aos que ainda continuam a lutar, força porque se eles conseguiram em 1974, nós com certeza que também iremos conseguir em 20 mil e qualquer coisa.

19
Abr16

Refresh


alex

A minha atenção tem andado desviada do blog já há bastante tempo. Não há desculpas para tal, apenas a vida. Vou trabalhar ainda mais daqui para a frente porque vou ser promovida a Sénior e ando a meios que a ser treinada para tal, de momento.

Tenho prazos da universidade para cumprir e um exame para o qual estudar. No meio disto tudo, tento ir ao ginásio e cozinhar refeições para não gastar tanto dinheiro em comida feita ao final do mês.

A vida assim se vai passando, e entretanto, já falta pouco mais de um mês para eu entrar na casa dos vinte. Estou um pouco que em negação em relação a esse acontecimento. Primeiro porque é 20. Aquele número redondo que não muda nada, mas que pronto, é diferente dos outros todos. Depois porque, nunca celebrei um aniversário longe dos meus. Não que eu dê muita importância aos aniversários, especialmente aos meus, mas é sempre de estranhar. O facto de este ano fazer anos a uma Terça-feira também não me dá muita vontade de celebrar seja o que for, verdade seja dita. Mas festejarei, que as migas com certeza que se vão encarregar de me obrigar a festejar.

Entretanto, decidi mudar o aspecto do blog, para ver se a vontade de postar mais frequentemente aparece. Bom, não é que a vontade não esteja cá, o problema é mesmo encontrar uma janela grande o suficiente para eu escrever por aqui, o que se torna difícil com tantas coisas que já tenho para escrever para outros lados.

Londres continua igual. Chuva num dia, sol no outro mas calor nem senti-lo. Muitos já andam de t-shirt e calções a apregoar que o Verão está a chegar. E eu, olhando-os com um sorriso meio triste, sentido pena destas alminhas que têm uma percepção muito triste do que é o Verão.

Coitados. E coitada de mim que agora vou também passar a ter uma percepção de Verão muito pobre. Enfim, problemas do segundo mundo, não é verdade?

Por agora vos deixo, pois tenho uma peça de teatro para ir acabar de escrever. 

Espero que gostem do refresh que o blog levou - simples e apropriado à estação (na minha opinião!)

01
Abr16

Tuga Land


alex

Foi estranho. Voltar. Regressar. Foi como se os últimos 8 meses tivessem sido um sonho e eu tivesse ficado em Portugal este tempo todo.

Foi como se, no dia 6 de Agosto de 2015 eu tivesse adormecido, sonhando com a minha vida em Londres durante 8 meses e ter acordado no passado dia 23 de Março de 2016.

Foi uma semana que passou demasiado rápido. Andei de um lado para o outro, em casa deste, em casa daquele, a comer, a falar, a rir, a comer mais um bocado... Acho que engordei uns cinco quilos nesta semana que passei em terras lusas.

É sempre bom chegar a nossa casa, passado tanto tempo, e sentir que nada mudou. Principalmente, que as pessoas que por lá ficaram, permaneceram iguais e fieis a si.

É sempre bom não ter de me preocupar em ir trabalhar oito horas e ainda ter de fazer o jantar, lavar a roupa ou arrumar a casa. É sempre bom voltar a ser apenas uma jovem de 19 anos. É sempre bom voltar a ser apenas filha, irmã, neta, sobrinha e amiga.

Porque a verdade é que aqui, na minha vida em Londres, sou mais do que isso. Por vezes, até sou demais do que isso, se é que esta frase faz sentido gramaticalmente. Aqui não sou tanto uma jovem de 19 anos, não sou tanto filha, irmã, neta, sobrinha, amiga. Aqui sou mais adulta, mais presa, mais carrancuda, mais preocupada. Mais adulta.

Foi uma semaninha que deu para matar as saudades - das pessoas, dos sítios e da comida. Mas foi curta. Queria mais e assim queriam os que lá deixei, mais uma vez.

É sempre difícil dizer adeus. Mas não custou tanto como há oito meses atrás. Talvez porque agora tenho a minha vida aqui em Londres. Tenho uma casa para onde voltar, um emprego estável, a minha segunda família... na altura não tinha nada, vinha meio que desamparada da vida. Não tinha aqui nada que me aguardasse a não ser o desconhecido.

Agora não foi bem assim. Claro que doeu, dizer adeus mais uma vez à minha família. Mas não doeu assim tanto porque daqui a três meses já os vejo outra vez e até lá, a vida encarregar-se-à de me distrair, de me trazer novos desafios e novas coisas com que ocupar a cabeça e o tempo ... até ao próximo regresso a terras lusas.

 

 

IMG_20160323_180957.jpg

 

 

IMG_20160326_195301.jpg

 

 

IMG-20160329-WA0000.jpg

 

IMG-20160329-WA0002.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D