Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

30
Jun14

Assim se começa bem o dia


alex

Nunca faço nada porque me sinto obrigada a tal. Se o faço, é de boa vontade e porque quero fazê-lo.

Por isso, vou agradecer ao Sapo Blogs pelo recorte e destaque do texto que postei ontem. É sempre um prazer relembrar que não estamos sozinhos nesta grande plataforma!

E a todos vocês , agradeço também, que me enchem de comentários e conselhos que eu aprecio muito e que tenho sempre muito em conta!

Uma pessoa assim começa logo o dia com um sorriso nos lábios!

29
Jun14

O que é que queres ser?


alex

Quando me perguntam o que eu quero ser, não respondo automaticamente. Se fizessem essa pergunta à rapariga que tinha acabado de completar dezasseis anos e que estava prestes a iniciar o ensino secundário, há três anos atrás, ela ter-vos-ia respondido muito simples e directamente:

Jornalista.

Mas a verdade é que a resposta já não é essa. Não sei se alguma vez foi. Ao longo destes três anos, tenho crescido muito e como tal, mudei. E hoje, quando me perguntam o que eu quero ser, ou melhor, que curso quero tirar na faculdade, a minha resposta já não é "Jornalista".

Eu não sei ao certo o que quero ser ou o que quero fazer. Eu quero ser tanta coisa e fazer tanta coisa! Sou uma rapariga com tantos amores, que acho que escrever uma canção sobre isso, como fez o Marco Paulo, não era suficiente! Eu não tenho um ou dois ou três amores e é isso que me impede, hoje, de conseguir responder a essa pergunta tão pertinente que as pessoas gostam de fazer à malta que está a acabar ou já acabou o secundário.

E eu sorrio e digo em tom de brincadeira que quero ser rica, para ver se a conversa não passa dali. Normalmente não passa porque as pessoas pensam: ai coitada, esta é daquelas que não faz ideia do que quer ser; anda perdida.

De facto, não sei ao certo. Sabem quantas profissões eu já quis exercer ao longo dos meus dezoito anos?

Já quis ser cantora. Desde pequena que é esse o meu sonho. Depois cresci e aprendi que cantora não podia ser. 

Já quis ser bombeira, polícia, detective, analisadora forense (na altura em que andava obcecada com os CSI's todos), professora, educadora de infância, tratadora de golfinhos (depois de ter nadado com eles quando aos seis anos viajei até Havana, em Cuba, mas hoje sei que não seria capaz de o ser devido ao documentário Blackfish que vi há uns meses atrás). Já quis ser psicóloga, psicóloga criminal, hospedeira de bordo, apresentadora de televisão, locutora de rádio, jornalista, escritora.

Aposto que me estou a esquecer de uns quantos, mas isto é só para terem a noção. E também já me passou pela cabeça ser advogada, coisa que para mim nunca iria resultar, visto que eu odeio trabalhos de secretária onde 50% do trabalho requer analisar e analisar e analisar papelada.

Por isso, quando me perguntam o que eu quero ser, hoje, a única resposta que me vem à cabeça é:

Quero poder ser eu. Com todos estes interesses, todos estes gostos, todos estes amores. Todas estas dúvidas, todos estes medos, todas estas falhas que são tão minhas. Porque é isto tudo que faz de mim o que eu sou hoje.

Só quero continuar a poder ser eu. O resto logo descobrirei.

Se vou ser jornalista, hospedeira de bordo, escritora...isso não sei. Mas quero ser eu.

Sempre e até ao dia em que deixar de respirar. Assim saberei, nesse dia, que fiz da minha vida o melhor que pude.

Fui eu, sempre e mais não quero. Não peço; não preciso.

Quero ser eu. Sempre e para sempre.

27
Jun14

Só para resumir


alex

Ora bem; os exames estão feitos. Estou a tentar ser optimista e não pensar, dizer ou escrever: por agora. Não vou precisar de ir à 2ª fase! (espero eu).

Portanto, as próximas duas semanas tenho bastante tempo livre. Podia ir à praia, visto que calha bem e são as duas semanas de férias da minha mãe. Mas (!) hoje lá fui eu fazer aquilo que à tanto tempo queria ir fazer. Lá fui à loja de tatuagens e está feito! Ao contrário do que seria de esperar, não estava nervosa, apesar de esta ter sido a minha primeira tatuagem. No entanto, é uma coisa pequena e não vou dizer que não senti nada, porque a verdade não é essa, mas também não posso dizer que doeu imenso. Ao principio só se sente um desconforto, como se alguém estivesse a raspar a nossa pele, mas não dói. Depois, quando ele começou a pintar (ele fez-me a tatuagem a cores e não me levou mais por isso, o senhor é o meu novo melhor amigo!), aí o desconforto já foi maior e ainda torci o nariz umas quantas vezes, mas é completamente suportável!

E valeu tanto a pena! Agora já a limpei e já lhe apliquei a pomada, mas durante as próximas duas semanas, nada de sol ou água do mar, por isso ir à praia está fora de questão. A minha mãe não ficou lá muito contente com isto, visto que ela queria que fossemos os quatro à praia, mas se não fosse agora só para finais de Agosto e a coragem desaparecia, por isso, está feito!

Também não morro se este ano só for uma ou duas vezes à praia... a malta que vive em países com climas que não são nada propícios à praia, ainda respiram certo? E vale a pena, porque finalmente, fiz algo que tem uma grande importância para mim e que representa a relação que eu tinha com uma das pessoas mais especiais no mundo para mim: o meu avô paterno (e também, a que ainda hoje tenho com a minha avó).

Quanto a estas duas semanas que tenho pela frente, vou aproveitar para descansar, ver se volto às minhas corridas, visitar os avós todos e descansar. Depois no dia 11 é o dia do juízo final (eu e a minha veia dramática).

E pronto, entretanto, mais conteúdo será produzido aqui para o blogue! 

Deixo uma foto da obra de arte... é incrível como há pessoas que conseguem fazer isto, desenhar em partes do corpo do ser humano não é? 

É arte!

 

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D