Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

05
Mai13

Vi e gostei!

alex

Esperei anos por isto. E hoje, quando finalmente resolvi prestar uma visita ao wareztuga para ver as novidades, porque já há algum tempo que não ia lá, deparei-me com o filme. Está com boa resolução, embora as legendas não estejam a 100%. Não hesitei e pus-me a vê-lo.

Tenho de dizer isto, por muito que me custe.

O livro é 300 vezes melhor que o filme, MAS, o filme está lindo.

Claro que, resumir uma história de quase 900 páginas, para um filme de cerca de duas horas não é tarefa fácil. Mas o filme fez jus ao livro e aos detalhes mais importantes. Claro que ficou muita coisa de fora, mas como um todo, o filme está espectacular. Confesso que derramei uma lágrima para o fim, mas nada comparado com o pranto que foi quando li o livro.

Os actores foram muito bem escolhidos, na minha opinião. Adorei a Saoirse no papel de Melanie; há anos que sigo o trabalho desta jovem que já tem um currículo bastante gordo e não vejo mais ninguém que pudesse ter preenchido tão perfeitamente as medidas da Melanie, como a Saoirse. E digamos que, os dois meninos não ficaram nada atrás, sendo os dois ... em falta de palavras, giros como o caraças! Ah! E Tio Jeb continua a ser a minha personagem favorita!

Contudo, e atenção que isto é apenas a minha opinião, faltou um bocadinho mais de profundidade ao romance entre as personagens principais, que existe no livro e que ajuda bastante à história e que faria diferença no filme.

Mas no geral, gostei imenso. É de facto um filme que não irá satisfazer o gosto de toda a gente, mas, fã como sou por tudo o que seja sobrenatural, especialmente por aliens e coisas que tais, este vai ser um filme para ser visto uma e outra e outra vez...

Mas aconselho vivamente a lerem o livro primeiro. É um dos meus livros favoritos, senão mesmo O favorito.

 

05
Mai13

A Pessoa; A Mãe

alex

Ao longo da nossa vida, há pessoas que vêm e ficam. Outras, que acabam por ir. Isso torna-nos mais frágeis e vulneráveis. Não confiamos com facilidade , pois o medo da partida, é maior que a felicidade da chegada e permanência dessa pessoa na nossa vida.

Serão poucas as pessoas que, ao longo da nossa vida, virão para ficar.

Mas tu és diferente.

Tu és A Pessoa.

Aquela que me trouxe ao mundo. Que cuidou de mim, que me fez crescer e que me ajudou a ser a menina que hoje sou. Aquela que irá continuar a acompanhar-me ao longo do longo caminho que ainda tenho para percorrer. Aquela que, nos dias em que eu chego a casa a chorar porque tudo parece correr mal, me abraça e me diz que tudo irá ficar bem. Aquela que me vai amar eternamente, independentemente dos erros que cometi e dos ainda tenho para cometer. Aquela que me puxa as orelhas quando preciso; que me diz não quando eu imploro por um sim; que me diz com uma voz autoritária: "Arruma a tua roupa!" ou "Este quarto parece a feira da ladra!".

Aquela que me tira e que sempre me conseguirá tirar do sério; fazer-me perder as estribeiras para logo depois me fazer sorrir com o seu típico humor negro.

Aquela que me dá beijinhos e abraços; que se for preciso, cozinha algo saudável de propósito para mim, enquanto frita batatas para o resto da família.

Aquela que assiste ao "Magic Mike" na minha companhia e não se cala durante todo o filme, comentando o quão "Todos bons!" são os actores.

Aquela que me diz baixinho: "És tão linda filha, tão inteligente, tão especial!" quando eu me sinto a rapariga mais horrorosa e simples do mundo.

Aquele que, quando a noite já vai longa, se levanta de propósito para vir ao meu quarto, pois sabe que me irá encontrar a dormir destapada, com os óculos ainda na cara e um livro ainda no colo. Que depois de sorrir perante esta visão, e de apesar de passar já da 1h da manhã, arruma os óculos na respectiva caixa, coloca o livro na prateleira e me aconchega debaixo dos lençóis.

Aquela que me permite crescer ao meu ritmo, mas nunca sozinha. Que me deixa sonhar acordada, sem no entanto permitir que eu levante os pés da terra; sem deixar que eu feche os olhos à realidade.

A única pessoa que eu sei, com todo o meu coração, que veio para ficar.

A minha mãe. Tu, Mãe.

É verdade que há "mães" que vão e nunca voltam, deixando um vazio dentro do coração dos filhos que deixam para trás.

Mas essas não são Mães. São progenitoras. São pessoas.

Mas tu és A Pessoa. Tu és uma Mãe.

A minha Mãe. E como tu...há muitas outras Mães, felizmente.

Mas nunca houve, nem nunca irá haver uma Mãe igual a ti. Tu és única e felizmente, és a minha.

E por isso sou mais feliz; mais completa. Porque independentemente dos que vão, dos que ficam, dos que foram...tu, eu sei, que estarás sempre aqui. Nem sempre do meu lado, mas sempre ao meu alcance.

Feliz dia da Mãe ♥

 

                  

 

Há coisas que nunca mudam. A prova disso são estas fotografias. A de cima, quando eu tinha seis anos. A deitar a língua de fora. A de baixo, há um ano atrás com 15, a deitar-te a língua de fora.

And still, you have the capacity to love me with all your heart.

And for that, i love you to ♥

04
Mai13

Aproveitar enquanto se pode

alex

Os dias passados fora de casa, em família, com o sol a acompanhar-nos, são sem dúvida os melhores. 

E não é por não termos meio de transporte próprio que devemos deixar de passear pela cidade e apreciar dias bonitos como o de hoje.

Há que aproveitar para relaxar este fim-de-semana que ainda não há estudo para fazer...apesar de ter de fazer um monte de outras coisas relacionadas com a escola, este fim-de-semana é única e exclusivamente para mim e para os que eu mais amo. 

Porque de vez em quando é bom pararmos, pormos de lado o trabalho stressante e dedicarmos algum tempo a nós próprios e aos que nos rodeiam e que, nos momentos mais críticos, nos impedem de cair ou de perder por completo, a nossa sanidade mental.

 

Tumblr_mku5kltu2z1r86we0o1_500_large

 

Large

 

Large

01
Mai13

Sê muito bem-vindo!

alex

E porque o mês de Maio é o meu preferido, decidi dedicar-lhe um post aqui no blog. 

O mês de Maio é o mês da Primavera. Do sol, dos passarinhos, das àrvores, da leve e suave brisa da Primavera que enche o ar, os nossos corações e que, nos limpa a alma.

É o mês dos meus anos.

É o mês em que vou (espero eu!) reaver o meu Presley (o meu novo telemóvel que ao fim de um mês e meio teve de ir para arranjar).

É o mês em que a feira do livro retorna a Lisboa para me ficar com o dinheiro recebido nos anos...

É o mês em que me sinto mais feliz, mais preenchida, mais inspirada e mais confiante.

É todo um novo começo. 

É uma página em branco.

E bem que eu preciso de uma, pois o mês de Abril, teve tanto de bom como de mau.

Que o mês de Maio seja tudo aquilo que desejamos e mais.

Que seja a página em branco que eu tanto preciso e que nela se escrevam coisas boas, coisas não tão boas pois essas também fazem parte da vida e coisas ótimas, que ao serem recordadas, trarão um enorme sorriso à minha cara.

Welcome May!

 

Large

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D