Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

29
Dez12

Memória de elefante (não a tenho, nunca a tive)


alex

Sou uma pessoa com memória curta. São poucos os momentos que me ficam gravados na mente. Tenho pena que seja assim, porque acredito que durante este ano, e durante a minha vida, tenha tido inúmeros momentos divertidos, marcantes, importantes...Mas sinceramente não me lembro de nenhum em especial. Eu sou assim. Eu vivo no presente e no futuro. Nunca no passado. O passado para mim é algo que não me magoa. Não me atormenta, não me faz aflição. O que me atormenta é o meu presente, o que me preocupa é o meu futuro. O passado é apenas passado. Talvez por isto as pessoas que me são mais próximas, por vezes, se sentem magoadas comigo. Porque eu sou distraída, meia aluada. Não perco muito tempo a pensar naquele dia específico em que fui ao cinema com A e aconteceu uma coisa maravilhosa, ou aquele dia em que fiz as pazes com B, ou aquele dia super especial em que algo especial aconteceu. Não me lembro, simplesmente.

Aquela treta toda de comer certos alimentos para ajudar à memória: não resulta. Eu já os comi todos e continuo a comer alguns e nada. As vitaminas, centrum ou outros comprimidos que tais, nada fazem. Sou assim. Não há alimento, químico ou pessoa que possam alterar este defeito em mim. Não me agarro demais ao passado, porque para mim, o tempo passa tão depressa, que não há tempo a perder a pensar no que foi e no que já não é. Costumava pensar muito era naquelas pessoas que dantes tinha do meu lado e que agora já não estão. Mas deixei-me disso. Como? Não sei. Simplesmente fi-lo. Brincam muitas vezes comigo por causa da minha memória curta. Mas é tanto um dom como uma maldição, digamos assim. Há coisas que sabe bem recordar. Há coisas que desejava conseguir guardar na minha mente para sempre, mas passado meses, anos, simplesmente desvanecem por entre outros acontecimentos e pensamentos. No entanto, sinto-me grata por não ser aquele tipo de pessoa que, ao olhar para trás, se sente triste. Sente saudade. É verdade que isto pode fazer de mim uma pessoa um pouco fria, distante das pessoas, da vida em si. Mas não o sou, até porque me apego às pessoas com bastante facilidade. Mas ao mesmo tempo, se tiver de ser, desapego-me delas e com algum tempo, estas deixam de ser importantes para mim. Ficam simplesmente no meu passado, que quase nunca recordo.

Vou contar-vos um segredo. Durante um ano fui acompanhada por um psicólogo. Foi numa fase da minha vida em que tive uma depressão. Não queria sair de casa, não queria ver ninguém, não queria falar com ninguém, não queria estar com ninguém. Não tinha vontade de sair da cama, de me vestir, de comer, de abrir os olhos. Só chorava, mal dormia. É uma das poucas coisas do meu passado, que ainda recordo com veemência. Talvez por ter sido a fase mais negra e marcante da minha (ainda pequena) vida. Lá (no psicólogo) aprendi muito. Sobre mim, sobre o mundo, sobre as pessoas. Aprendi a aceitar-me como sou, apesar de muitos não estarem dispostos a fazê-lo. É claro que ainda sou uma rapariga cheia de inseguranças, mas já não me deixo derrotar por elas. O psicólogo disse-me, uma vez, que eu uso um dos mecanismos de defesa mais usuais, para não sofrer: eu não esqueço, eu digo a mim mesma que esqueço, ergo um muro enorme à volta do que quero esquecer e assim fica durante um enorme período de tempo. Disto nunca me esqueci.

Isto tudo para dizer o quê, essencialmente? Sinto a necessidade de escrever um texto sobre o ano de 2012, mas que não sei se terei material suficiente para o fazer. Sou tão esquecida, que é-me díficil fazer retrospectivas sobre os anos que passam. Mas vou tentar.

29
Dez12

Typical Saturday


alex

Vim do centro comercial completamente cansada e cheia de fome.

Comprei três sweaters quentinhas, uma camisa para usar na passagem de ano e umas leggins (?) para usar também na passagem de ano. Não são as típicas leggins, mas gostei bastante e a minha mãe também, por isso resolvi trazê-las. Agora vou dormir a sesta, ou talvez vá ler um bocadinho mais sobre a vida atribulada de Amália. Mas preciso mesmo de descansar, porque não consegui dormir nada durante a noite.

Bom fim-de-semana e aproveitem-no bem, pois é o último das férias de natal, que estão a chegar ao fim...mas não falaremos já disso senão entro já aqui numa enorme depressão crónica!

 

Tumblr_mc35hgqc6s1rojeuuo1_500_large

28
Dez12

E amanhã...


alex

Vou aos saldos ver se compro umas coisinhas a bom preço, que ando a precisar de leggins e umas camisolas quentinhas e talvez um casaco. Vou também para ver se me passa a neura com que estou hoje. Não foi, de facto, um dos meus melhores dias, visto que decidiu tudo cair em cima de mim ao mesmo tempo e de (cereja em cima do bolo) não saber nada dele há mais de 24h00.

Vou dormir para que este dia fique então no passado, e ver se as compras amanhã me conseguem alegrar (antes as lágrimas da minha carteira que as minhas).

 

Tumblr_lkgnskamnl1qzgk54o1_500_large

28
Dez12

Consultas à borla


alex

Alexandra Levine, Psicóloga formada, de serviço 24h por dia. Para marcações ligue o 214567254. Lista de espera de 1 ano, devido ao facto de uma das minhas clientes ser uma necessitada do caraças. 

Adoro ser a psicóloga do grupo. A-D-O-R-O. Adoro ainda mais quando eu preciso de desabafar e só vejo é a poeira que fica devido à fuga instantânea das pessoas que eu sempre apoio e de quem eu, esperava apenas um pouco de apoio da parte delas em retorno. Mas pronto, eu AMO ser o poço das lamentações de toda a gente e de no fim, ninguém dar um carvalho por aquilo que eu sinto e por aquilo que eu estou a passar. Adoro.

 

Tumblr_mfmn60qicg1rzgu6uo1_500_large

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D