Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

Vim só aqui dizer-vos isto

Nada nesta vida é fácil. Absolutamente nada.

Nunca ninguém me preparou para esta vida que levo hoje. Nunca ninguém me sentou numa sala de aula durante 90 minutos e me ensinou a ser adulta.

Por isso eu ainda estou a aprender. Tenho 19 anos. Apenas 19 anos. E penso que por não parecer tão nova assim e por fazer o que faço, as pessoas à minha volta se esquecem. Ou então não querem saber.

De qualquer das formas não é justo. Não é justo eu matar-me a trabalhar e não ter tempo nenhum para mim e para a universidade e depois ainda me virem com merdas.

Eu dou o meu melhor. Eu faço o meu melhor. Mas no mundo dos adultos o nosso melhor não é suficiente.

Não vos escrevo há semanas e isso tem uma razão de ser: não tenho nada para dizer. A minha vida tem sido literalmente trabalho, trabalho, trabalho, universidade, trabalho, trabalho. Ando a trabalhar tanto que nem comer tenho comido. Nem dormir tenho dormido. Nem respirar quase que consigo.

Pedi os domingos de folga porque estou a chegar ao extremo. Consigo senti-lo e eu tenho 19 anos. Não posso cair para o lado já. Quase que me crucificaram. Se o olhar mata-se eu já estava enterrada. Eu nunca digo que não aquela gente. Eu faço o meu trabalho melhor do que muitos que já lá estão há mais de um ano. Eu sou uma pessoa que anda a estudar e mesmo assim, trabalhou 32 horas numa semana, para eles, sem deixar de sorrir fosse para quem fosse.

E eu pedi-lhes uma única coisa: os meus domingos. E juro que quase estive para as mandar à merda quando elas olharam para mim como se eu fosse louca. 

A loja não é a minha vida. Não é o meu futuro. Aquela loja é o meu ganha-pão. Não é o que eu quero fazer da minha vida, para sempre. 

Mas nunca ninguém me ensinou que neste mundo, ou se espezinha ou se é espezinhado. Principalmente em retail.

Principalmente em retail. Amigos, um conselho... só se metam nisto se estiverem mesmo desesperados. Porque de outra forma? 

Não vale a pena. É que não vale mesmo.

9 comentários

Comentar post