Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

Quem quer A+?

Este ano já por duas vezes que tinha perdido a oportunidade de ir dar sangue porque estava a trabalhar. As duas colheitas que fizeram aqui na zona foram ambas ao sábado de manhã - quando eu estava na loja.

Quando a semana passada recebi a mensagem do IPST a dizer que eles iam estar na minha antiga escola secundária, hoje, sorri de orelha a orelha.

Isto pode parecer estranho para muitas pessoas, mas eu adoro dar sangue. Não que seja agradável ser espetada no braço (por acaso a mim até nem me faz impressão nenhuma) mas acho que é o saber que ao doar, vou estar a ajudar um bocadinho.

O meu sangue não é o do mais raro, mas eu penso que todas as contribuições contam. É como quando doamos dinheiro - uns podem dar muito, outros não tanto, mas o importante é dar porque ao final do dia, acreditem que faz a diferença.

Posso não ver onde vai parar aquele saquinho de sangue meu, mas sei que vai ter bom uso. E só por isso, fico feliz por me espetarem uma agulha no braço.

Fiquei também feliz por me parecer que este ano houve mais aderência. Assim como a água, por exemplo, o sangue nunca é demais! Porque não dar um pouco do meu a quem precisará, já que eu tenho tanto?

Quem sabe se um dia não vou ser eu a precisar? É com estes pensamentos que eu pretendo ser doadora de sangue durante muitos anos - este ano foi o meu segundo.

Compreendo que haja quem tenha medo de agulhas ou quem não suporte ver sangue, mas para todos aqueles que não têm problemas do género e que estão perfeitamente bem de saúde, vão doar!

Há sempre colheitas a serem feitas durante todo o ano e podem sempre consultar o site do IPST para verem onde se encontram os vários centros de colheita.

Não custa assim tanto quanto se pensa e é uma ajuda muito bem-vinda!

2 comentários

Comentar post