Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

Eu não ia comentar...

Mas ontem quando fui almoçar fora com a minha irmã (ontem foi feriado aqui), as pessoas que estavam na mesa ao lado da nossa discutiam sobre o assunto e eu ando aqui a remoer desde aí.

Eu não ia comentar em relação ao recente vídeo que anda por aí em facebooks e notícias, em que um rapaz é violentamente agredido por duas jovens e filmado por outras. Porque já falei muito sobre o bullying aqui no blog, porque é uma coisa que me é muito pessoal e que ainda carrega dor hoje em dia à minha pessoa.

Mas tenho de dizer umas quantas coisas, especialmente depois de ter ouvido ontem aquelas três senhoras a falarem sobre o caso.

Todas elas achavam que não foi nada de especial. Eu juro que até parei de comer e fiquei a olhar para elas com ar de parva. Elas diziam que isto é normal, que é brincadeira de miúdos e que o que não falta aí hoje em dia são jovens "à briga". Que no tempo delas também havia disto mas ninguém se fazia de vítima a dizer que sofria de bullying. Que comiam e calavam, à falta de melhores palavras.

E eu ali a querer dizer-lhes das poucas e boas e sem poder.

Como é que é possível haverem pessoas que menosprezem o que o Bullying é? Como é que há pessoas que são capazes de olhar para uma situação destas, do rapaz cujo vídeo já é tópico de conversa em todo o lado, ou para uma outra qualquer semelhante e dizer que isto é normal?

É TUDO MENOS NORMAL GENTE! Então, mas onde pára a humanidade de cada um de nós? Estamos todos loucos? Uns batem, outros esfolam e outros matam? Mas o que é isto? 

Aquele rapaz muito provavelmente vai ter cicatrizes para o resto da vida por causa do que lhe fizeram, assim como milhares de muitos outros, rapazes e raparigas, que sofrem diariamente às mãos dos seus pares!

Eu vi o vídeo. Todo. Não o devia ter feito. Vomitei o pequeno-almoço. Chorei pelo rapaz. Chorei por mim. Chorei pelas mentalidades perdidas deste tipo de pessoas que dizem que isto é normal entre jovens.

Não é normal. Nada disto é normal. 

Como é que se menospreza uma coisa destas, em que a violência é explicitamente usada apenas em prol de caprichos de miúdos que claramente, têm problemas graves visto que tiram prazer em abusar de uma pessoa como abusaram do rapaz no vídeo.

Temos de encarar a realidade e parar de virar a cara ou vídeos como este vão tornar-se o pão nosso de cada dia que todos nós vamos acabar por comer sem dizer nada.

Ás vezes tenho vergonha. Não de ser eu, mas de ser da mesma espécie humana que estes tipos e tipas - tanto os que fazem como os que olham para os que fazem e acham normal.

Metem-me um nojo de morte. Todos eles.

3 comentários

Comentar post