Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

É uma frustração

Há algo que eu gostava imenso de conseguir fazer nesta vida, e fazer bem - dançar.

Desde pequena que vejo a dança como uma das formas mais bonitas e divertidas de nos expressarmos. No entanto, dizer que tenho falta de jeito é pouco - eu sou um pé de chumbo.

Se me puserem a dançar aquelas danças onde só se tem é de abanar a anca e o rabo, até me safo. Mas coreografias, danças de salão e coisas que tais, é para esquecer.

Não sei se é falta de coordenação, falta de ritmo ou falta de jeito - ou os três combinados, mas o que é certo é que não danço nada (bem).

No entanto, sempre foi algo que quis saber fazer. Acho que se fosse algo que eu tivesse investido tempo e esforço desde muito cedo, se calhar hoje não era assim tão terrível quanto isso. Mas também acredito que é preciso ter-se aquele je ne sais quoi; aquele algo mais para se poder dançar como deve ser.

Eu gosto de ver o Dancing with the Stars americano - e também vi o português, no entanto não tenho acompanhado esta temporada com o Teixeira como co-apresentador (ele tem tanto jeito para aquilo como eu tenho para dançar, desculpem se ofendo, mas a verdade é esta). E a inveja que eu sinto ao ver aquelas pessoas, semana após semana, a dançarem e a deslumbrarem na pista!

É daquelas coisas que eu gostava mesmo de conseguir fazer melhor - era isso e desenhar (os meus desenhos equivalem aos de uma criança da pré-primária).

Acho que vão ser sempre as minhas duas frustrações na vida - não saber dançar e pintar, mas a dança é algo que eu gostava mesmo, mesmo de conseguir ter jeito para.

Bem sei que não se pode ser bom a tudo, mas é daquelas paixões que escondo bem dentro de mim, para quem sabe mais tarde, tentar que dê frutos.

2 comentários

Comentar post