Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

Depressão....

Pós-concerto!.

Três anos depois de ter visto uma das minhas bandas favoritas ao vivo, ali estive eu no Meo arena, a saltar e a cantar que nem uma doida o reportório todo da banda.

Soube a pouco, sou sincera. No final, estava tão submersa no concerto que até fiquei de boca aberta quando eles todos se reuniram no centro do palco, fizeram a última vénia e saíram.

Para mim, Maroon 5 nunca desilude. Seja com músicas, albúns, videos ou concertos, não consigo não gostar de algo que esta banda faça. Ouvi-os pela primeira vez devia ter uns oito anos e a primeira música que ouvi deles foi o "This Love".

Foram a minha primeira banda (os D'zrt não contam ahah) e desde aí que não tenho outro amor igual a este. Gosto de outras bandas, mais rock, mais punk, mais pop, mais indie, mas Maroon 5 é Maroon 5.

Só gostava que o concerto tivesse sido maior - 90 minutos pareceram 90 segundos. Mas pulei, dancei e cantei como nunca antes! Queria ter fotos e vídeos de jeito para mostrar, mas eu sou a pior fotógrafa à face da terra e a máquina também não é das melhores.

Mas o importante é que foi uma noite muito boa, onde esqueci tudo e todos durante aquelas horas. O poder que a música tem é esse mesmo, o de nos transportar para longe sem termos de sair do lugar.

Que venha outro que agora estou com uma depressão pós-concerto, que não sei o que hei-de fazer à minha vida!

Por mim era todos os dias um concerto do meu amor!

 

DSCF1818.JPG

 

(Nunca vou chegar a fotógrafa profissional, bem sei, mas aqui está ele, Adam Levine, com a nossa bandeira às costas) 

3 comentários

Comentar post