Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Something New

porque sempre que se fecha uma porta, abre-se uma janela

Something New

A razão da minha ausência...

Bem sei que não tenho parado muito por aqui...podia inventar muitas desculpas, mas se há lugar onde posso ser completamente honesta, esse lugar é aqui, neste blog.

Há medida que os dias passam e a data de partida se vai aproximando, parece que o meu coração sabe exactamente o que está para acontecer, mesmo que eu não pense nisso o dia todo.

Mesmo que a minha cabeça não me traia com os pensamentos normais de quem está a um passo de emigrar e começar uma nova vida num país desconhecido, o meu coração é quem me trai.

Acho que as saudades vão ser o menor dos meus males. Mas mesmo assim, o meu coração anda apertado.

E se eu não conseguir? Eu, que digo a toda a gente o quão forte sou, que tudo vai correr bem, que vai ser bom para mim...eu que nunca vacilo perante um desafio, eu com o coração de pedra.

E se eu não conseguir? 

Esta simples questão tem andado a pairar sobre mim ultimamente, tornando impossível eu escrever seja o que for, sobre o que for. Tenho muito sobre o que escrever, mas não me vejo capaz de o fazer ultimamente.

É dos nervos. Nervos que vão durar mais um mês, até à data da partida e muito provavelmente durarão depois de lá estar também.

Porque como todo o ser humano, duvido. De mim, do mundo, de tudo. E a dúvida dá lugar ao medo.

O meu coração anda a bater demasiado ultimamente. Como se estivesse a preparar-se para um corrida que eu não sei ser capaz de correr.

Até lá ainda há muita coisa para fazer. Tenho de me manter forte e focada.

Tenho de me manter positiva. Vai correr bem e o que não correr, eu vou conseguir lidar com isso.

2 comentários

Comentar post